domingo, 27 de dezembro de 2020

2020 || TOP20 Publicações Preferidas


Se em 2019 tinha partilhado convosco que estava orgulhosa da minha prestação no blog, em 2020 atingi o expoente máximo — com toda a modéstia que me compete. Este foi um ano alucinante e onde o tempo, muitas vezes, fugiu-me das mãos como areia. E mesmo assim, consegui manter o blog ativo, com conteúdos regulares e até arriscar e tentar algumas coisas novas e mais dinâmicas nas minhas publicações. E esta gestão do tempo e senso de compromisso cumprido deixa-me com o coração cheio e uma bateria de artigos que foi muito difícil de selecionar. Mas gostava de saber a vossa opinião enquanto leitores: gostaram de visitar o Bobby Pins em 2020? O que acham que podia melhorar/trazer mais?

O TOP está organizado por ordem cronológica.


Fevereiro
"A Inês que deu arranque a este projeto não é a mesma que lhe continua a dar vida, dia após dia, contrariando a tendência desta plataforma. Mas eu fico sempre feliz por saber que alguns de vocês foram crescendo comigo e que outros me apanharam a meio da jornada e gostaram de mim. Sinto-me honrada quando o meu círculo pessoal fala do meu blog como se fosse algo sério. Porque, para mim, é."


Fevereiro
"Ele sempre disse que eu tenho mais jeito para escrever do que ele mas, nesta história, quero que sejamos sempre os dois a segurar na caneta."


Fevereiro
"Perdoo-te todos os erros, amo todas as tuas fragilidades. Acho-te bonita como és. Gosto de ti porque não seria quem sou hoje sem as tuas passadas. Porque não estaria onde estou hoje se não fosse por ti. Não vou perder o teu gosto pela vida, o teu sentido de humor, a forma bonita como observas o amor, a tua paixão pela leitura e pelos Coldplay... Há muito de ti em mim. E que bom! Gostava que te visses da forma como eu te vejo."


Março
"Sevilha é a cidade com mais laranjeiras no mundo! As laranjeiras paralelas pelas ruas são uma imagem de marca da cidade e o cheiro cítrico que paira no ar, também conhecido como azahar, é inesquecível. Tudo fica mais pitoresco com elas por perto e embora seja apetecível apanhar uma das árvores, não será uma boa decisão; além de (...)"


Março
"Pedi-vos para que partilhassem comigo aquilo que suponham que eu era e comprometi-me a responder se era verdadeiro ou não — de forma criativa. Este é um desafio bem popular noutras plataformas, mas ainda não o tinha visto no universo dos blogues. Dei o meu melhor para ser algo diferente."


Março
"É fundamental chamar a atenção de quem faz um comentário impróprio, de quem tem uma abordagem incorreta, de uma marca que faz uma campanha infeliz, de um produto desadequado, de uma figura pública que tem um comportamento desonesto. Mas através de uma abordagem civilizada, saudável e com tolerância e paciência para haver redenção do outro lado. Caso contrário, não estamos a contribuir para uma Internet mais agradável. Estamos a arruinar a vida de alguém, perdidos na ilusão de que estamos a mudar o mundo ou a fazer justiça."


Março
"Todos os sentimentos e comportamentos normais de qualquer casal ficam ampliados numa relação à distância. Sinto que é necessário muito mais confiança, empenho e dedicação. Sentimos mais saudades, mais frustração e desassossego. Tudo é maximizado, o que se pode tornar esmagador. Aprender a lidar com esta avalanche de sensações de forma harmoniosa é essencial."


Março
"Fui à Disneyland com 10 e 24 anos • Visitei a Isla Mágica • Andei de gôndola em Veneza • Subi ao topo da Torre Eiffel • Fiz uma roadtrip por Cuba • Conversei com moradores de uma aldeia no deserto de Niaga • Visitei uma ilha virgem na República Dominicana • Assisti a um espetáculo de flamenco em Sevilha •  Meti o pé em cada meridiano, em Greenwich • Assisti a uma (...)"


Abril
"Este desafio já não é original noutras plataformas digitais mas ainda não tinha visto na blogosfera e decidi transportá-lo para aqui e torná-lo dinâmico de alguma forma. Eu espero que gostem, se divirtam e que debatam nos comentários as opiniões que virem por aqui."


Abril
"Os cuidados pessoais têm sido a mensagem do momento nas mais variadas vertentes. O alerta de que precisamos de cuidar mais de nós serve quase como que uma resposta desesperada para o crescente número de vítimas da saúde mental. E se o físico é uma componente importante, o mental também o deveria ser e cada vez mais o implementamos na nossa rotina."


Abril
"Aprender uma língua não é fácil e a curva de aprendizagem fica mais lenta à medida que avançamos, o que pode iludir-nos. Pensamos que estamos estagnados e desmotivamos, há vocabulário que desmemorizamos e sentimos que estamos a desaprender tudo. É mentira. Não desinvistam e sejam pacientes. Cada língua tem um grau de dificuldade e temos de respeitar o nosso ritmo de aprendizagem. O importante é não desistir."


Maio
"O desgaste constante pela expectativa de que nos sensibilizemos com cada tragédia é palpável e não deveria ser ignorado — embora sinta que este é um tema que ainda não ganhou força suficiente para emergir. As pessoas estão apáticas e já não têm a mesma emoção ao processar um evento traumático. Sentem-se cansadas pela exigência de assumir todas as bandeiras (e culpadas quando não as assumem). Uma culpa onde sentem que se desumanizaram, perderam a capacidade de sentir empatia pelo outro, a sensibilidade. Deixam de se reconhecer."


Maio
"Não têm sido tempos fáceis — para ninguém, certo? E muito tenho guardado cá dentro — pela minha forma de ser e pelo Código que conduzo com grande rigor. Mas é muito importante, para mim, saber que tenho uma rede tão querida de pessoas especiais que, pelo que são, pelo que representam e pelo que dão, tornam o (meu) mundo menos hostil e assustador."


Maio
"Acordar à cinco da manhã  Reciclar  Não fechar os talheres antes da última pessoa à mesa ter acabado de comer (para que ela não se sinta pressionada a terminar o prato)  Fazer uma lista de presentes e miminhos que as minhas pessoas poderiam gostar  Escrever num Gratitude Journal  Beber um Earl Grey de manhã"


Junho
"É uma experiência que retira de mim sensações muito paradoxais. Já lidei com a morte — olhos nos olhos —, com o livro na cabeceira, marcador a meio, sabendo que o leitor nunca mais vai retomar a leitura. Consolar familiares e reconhecer quando perdemos. A minha bata já me secou muitas lágrimas — a maioria, de frustração. Mas sei que só poderia ser esta a emoção possível quando queremos fazer o mundo para lhes trazer o mundo de volta, como antes o conheciam."


Junho
"Um dos meus objetivos para 2020 é explorar a minha beleza, um ponto que, para minha surpresa, despertou o vosso interesse. Há quem esteja a passar pelo mesmo processo, há quem não saiba por onde começar, há quem já o tenha bem consolidado. Mas foram surgindo questões e achei interessante partilhar algumas das coisas que tenho aplicado em mim própria para desenvolver este objetivo."


Junho
"Na maior parte dos projetos a que nos propomos, o maior desafio não é começar e sim continuar. A consistência e manutenção revelam-se autênticos desafios quando o nosso tempo não estica ou quando os períodos de desmotivação parecem intermináveis. Confesso que, enquanto leitora, fico sempre de coração partido quando um blog que adoro cai no esquecimento ou é encerrado oficialmente. E como muitos me perguntam como é que mantenho o Bobby Pins tão ativo e dinâmico ao fim de todos estes anos, nunca é demais partilhar alguns dos meus conhecimentos convosco!"


Junho
"Tenho convivido, profissionalmente, com o estudo do sono e cada vez mais reconheço a sua importância. Já se nota quando tenho uma noite mal dormida, quando o cansaço fala mais alto e quando a higiene do sono é mantida. Há algum tempo que implemento 5 passos que me permitem ter uma higiene do sono relativamente boa e estável — mesmo em alturas caóticas. Achei que seria interessante partilhar com vocês."


Setembro
"Foi um momento onde me senti pequenina (no melhor dos sentidos): voltar a percecionar a minha verdadeira dimensão deixou-me de sorriso rasgado (e com algum sossego na ansiedade que co-habita comigo). (...) A sensação é de liberdade total e de coragem. É impossível não terminarmos uma experiência tão intensa quanto um salto de paraquedas sem nos sentirmos (um pouco) invencíveis."


Outubro
"Sinto que tenho mais controlo sobre o meu dia e que faço mais coisas de que gosto. Aproveito para ler, tomar o pequeno-almoço com calma, escrever no blog, ver um episódio de uma série, brincar com a Belka (...) Chego ao trabalho mais animada e com a sensação de que já estou a aproveitar bem o meu dia!"

Qual foi a vossa publicação preferida?

2 comentários:

  1. Gosto tanto de ler estes teus artigo mais pessoais.
    Bom ano Inês

    ResponderEliminar
  2. Gosto sempre de te ler, em todas as temática, mas mantenho sempre um especial carinho pelas amorosas reflexões, as dicas preciosas, os roteiros de viagem e cada vez gosto mais do shake que dás a desafios tão batidos por essa internet fora. mais um aninho a acompanhar-te, e é tão bom..! <3

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)