sábado, 18 de abril de 2020

DICAS || Aprender Uma Língua


Manter uma rotina diária | Mesmo que não tenham o mesmo tempo todos os dias, reservem sempre algum para aprender a língua. Estimula a memória e o treino. Um ou dois dias sem rever a língua fazem muita diferença. Nem que sejam cinco minutos, façam uma revisão. 

Palavras-chave | O ideal quando começamos a aprender uma língua é começarmos sempre pelas palavras-chave mais comuns — olá, adeus, como te chamas, homem, mulher, água, ajuda, bom dia/tarde/noite, almoço, jantar, números.... — e a partir daí transitar para vocabulário mais elaborado e regras gramaticais. É por isso que gosto tanto do Duolingo (ele já faz essa programação por nós). 

Música e podcasts | Perder a vergonha e dizer em voz alta o vocabulário é importante para treinar a dicção — e para avaliarmos quão confortáveis estamos com a língua. Ainda tenho muita vergonha de o fazer à frente de alguém (e tudo bem se sentirem o mesmo, nada de errado em treinarmos sozinhos) mas gosto imenso de usar a música e podcasts para treinar a componente auditiva e oral. A música ajuda-me a memorizar melhor algumas palavras — ou a treinar a dicção — e os podcasts de repetição são ótimos para treinarmos a oralidade (existem alguns de cinco minutos, apenas para repetições). 

Assistir a filmes que já conhecem na língua que estão a aprender | Como já conhecem a história, conseguem estar mais focados no vocabulário. Recomendo que inicialmente assistam com legendas em português e depois experimentem sem legendas. Assistir a filmes com legendas na língua que estão a aprender também é um bom método. 

Paciência | Aprender uma língua não é fácil e a curva de aprendizagem fica mais lenta à medida que avançamos, o que pode iludir-nos. Pensamos que estamos estagnados e desmotivamos, há vocabulário que desmemorizamos e sentimos que estamos a desaprender tudo. É mentira. Não desinvistam e sejam pacientes. Cada língua tem um grau de dificuldade e temos de respeitar o nosso ritmo de aprendizagem. O importante é não desistir. 

Escrever | Escrevam tanto quanto falam. A escrita ajuda a consolidar a memória para o vocabulário e para as regras gramaticais. Também é uma forma de estimularem a vossa aprendizagem. Escrevam frases curtas e corriqueiras. Não precisa de ser uma composição. Comecem por frases simples (que, sim, vão ter erros) e vão ver que ao fim de algum tempo já se sentem mais confortáveis para arriscar. 

Aulas? | A inscrição numa escola ajuda a criar uma rotina e a dar-nos alguma disciplina para separarmos um tempo do nosso dia para aprendermos a língua mas, numa avaliação sincera, não considero um passo crucial (mas se for com crianças, a minha opinião muda). Com toda a oferta de materiais de aprendizagem, é perfeitamente possível aprenderem uma nova língua sem gastar um cêntimo. Exige, sim, disciplina e dedicação (como em todos os nossos investimentos pessoais, se pensarem bem). 

Notícias | Gosto de ler algumas notícias em alemão e tentar traduzir, como se fosse um ditado, procurando a tradução das palavras que não entendo (mas só faço isto mais recentemente. Inicialmente, pode ser desmotivador). Obviamente que ao início, é um processo moroso porque não entendemos muito do vocabulário. Mas com o treino, chegam lá. Faço o mesmo com letras de música (especialmente porque é na música que encontramos muitas abreviaturas e vernáculo) e com receitas. 

Não existe talento para aprender línguas | E quem vos disser tal coisa, está apenas a espalhar charme. Línguas aprendem-se com treino e muito esforço. E, como já disse, cada língua tem um ritmo de aprendizagem diferente. É mais fácil memorizar vocabulário que deriva da mesma Língua-Mãe que a nossa (experimentem decorar vocabulário em italiano e vocabulário em alemão e observem qual é que memorizam mais depressa...). Há línguas onde temos de aprender caracteres novos, há línguas com muitas regras e verbos irregulares. Não existe talento nem ‘jeito’. Existe treino e foco. Qualquer pessoa pode aprender uma língua. Não está reservado aos moradores do Olimpo.

Ainda nem vou na metade da minha lista de dicas mas não quis estender demasiado a publicação! Reuni algumas das mais importantes mas não me importo nada de fazer um parte II, se fizer sentido para vocês! Se estão a aprender uma língua nova, partilhem aqui em baixo quais são as vossas dicas também. Espero que vos seja útil!

7 comentários:

  1. Acho que a rotina é mesmo essencial, contra mim porque não tenho conseguido manter, e a evolução é sempre mais notória quando se mantém essa consistência. Mesmo que não tenha tempo para muito, estou a tentar fazer nem que seja apenas a revisão da aprendizagem do dia anterior. Vamos ver no que dá.

    ResponderEliminar
  2. Faz a parte II, por favor!

    ResponderEliminar
  3. Ouvir séries, música e filmes na lingua que estou a tentar aprender é o mais útil para mim! Fica no ouvido. Treinar também é essencial para que nos habituemos à dicção e a ouvir-nos a falar uma lingua diferente :)

    Ótimas dicas!! Where I Belong

    ResponderEliminar
  4. Aprendi o espanhol naqueles cursos de línguas da universidade e anos mais tarde ainda me deu jeito. :) Achos os filmes /séries bastante úteis.

    ResponderEliminar
  5. Qual é esse livro? Parece engraçado para treinar... Também ando em alemão, no duolingo :D

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. É um manual de actividades mas é mesmo antigo, eu uso com muito cuidado para não estar a aprender algo já obsoleto (mas tem exercícios bons para treinar e textos, dá jeito) :)

      Eliminar
  6. Tenho estado a aprender italiano visto que, se tudo correr bem, dentro de um ano vou estar a ter aulas e a ser avaliada nesta língua que em pouco me é familiar! Tenho usado o duolingo e tenho gostado muito do formato de ensino apesar de me faltar a conversa com alguém, que penso que fomenta imenso a aprendizagem! Recordo-me que o meu intercâmbio me ajudou imenso a saltar barreiras e perder vergonhas no ingles e que, no verão, quando tenho familiares para treinar, gosto de dar uns toques no que me recordo de francês! É a minha forma preferida de ficar à vontade nas línguas! :) Obrigada pelas dicas, tenho de as por em pratica!

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)