quarta-feira, 17 de junho de 2020

BLOGOSFERA || Como Manter Um Blog?


Na maior parte dos projetos a que nos propomos, o maior desafio não é começar e sim continuar. A consistência e manutenção revelam-se autênticos desafios quando o nosso tempo não estica ou quando os períodos de desmotivação parecem intermináveis. Confesso que, enquanto leitora, fico sempre de coração partido quando um blog que adoro cai no esquecimento ou é encerrado oficialmente. E como muitos me perguntam como é que mantenho o Bobby Pins tão ativo e dinâmico ao fim de todos estes anos, nunca é demais partilhar alguns dos meus conhecimentos convosco!

Lembra-te do porquê de teres começado
Algo motivou-te a iniciar este projeto e é importante que o relembres. Pode ter sido pela ideia de criar uma comunidade, vontade de comunicar, perspetivas comerciais... Alguma coisa foi e é isso que nos motiva a manter uma ideia. Quando a desmotivação ataca, é essencial lembrarmo-nos da razão de termos iniciado um blog em primeiro lugar. Porque é isso que nos faz avançar. 

Rotinas realistas
É fácil entrarmos numa montanha russa de produção em que, quando temos tempo livre, carregamos o nosso blog com conteúdo e, quando não temos tempo, abandonamo-lo. É certo que o chavão será o equilíbrio mas eu iria mais além e diria que reconhecer a nossa rotina é importante também. Há alturas em que já sabemos que não vamos ter tanto tempo porque conhecemos a nossa rotina. Então porquê dar a impressão de que temos um tempo para dedicar ao blog que não é real? Porquê publicar todos os dias se sabemos que, dali para a frente, isso não vai acontecer? Não é preferível cadenciar a frequência de publicações quando temos tempo para as criar? Além de que é mais fácil os vossos leitores gerirem as expectativas de frequência de publicações. Se um blogger só publica algumas vezes por mês — esteja ele numa altura mais calma ou agitada da sua rotina — eu já sei que tipo de frequência esperar e não crio expectativas. 

Incluí-lo na agenda
Seja um projeto mais ou menos sério, não vão conseguir mantê-lo se não o reconhecerem na vossa agenda. É preciso tempo para criar um conteúdo e à medida que avançamos na vida adulta, descobrimos que o nosso tempo livre é contabilizado ao minuto. Não há tempo para tudo, portanto, temos de fazer tempo para o blog. Eu costumo reservar a escrita de publicações para as manhãs de fim de semana e preparar a semana a partir daí. 

Falar sobre o nosso blog
Há um certo pudor em partilhar projetos digitais pelo medo do preconceito ou até de transparecermos uma imagem que não queremos mas eu acho importante falarmos deles, especialmente quando são blogs. A grande maioria dos vossos leitores nunca vos vai dirigir uma única palavra e vão ter uma ideia de solidão digital que não é real. Falar sobre o blog dá-vos duas informações importantes: a primeira é que dá uma boa oportunidade para quem vos está a ouvir de dizer que o lê, o que pode resultar em surpresas bonitas e numa motivação extra em tempos mais baixos. A segunda é que os leitores têm sempre bons insights sobre que conteúdos podíamos trazer e funciona como uma fonte de inspiração. Nem sempre os ‘discos pedidos’ ressoam com aquilo que queremos fazer nos nossos blogs mas o simples ato da sugestão opera qualquer coisa na nossa criatividade e, a partir dessa ideia, conseguimos materializar outra que conversa mais connosco.

Alguma dica que me tenha escapado? Partilhem-na nos comentários!

4 comentários:

  1. Gostei muito das tuas dicas. Sempre tive um blog, a anos que e algo de que gosto e a que dedicava muito tempo. Ate ser mae e começar a trabalhar. O blog ficou para trás e apaguei-o. Hoje em dia tenho novamente um blog no genero do antigo mas nao me esta a deixar satisfeita, e por isso penso seriamente comecar um novo blog mais nos padrões em que se insere a minha vida agora. E se antes tinha medo de o partilhar, hoje quero criar algo que as pessoas possam ler sem medo do que vão dizer. Por isso neste momento estou em fase de preparação para entrar num novo blog com novos conceitos.

    ResponderEliminar
  2. Confesso que tem sido um desafio manter o meu blog neste meu início da vida adulta. Antigamente publicava todos os dias, e agora não consigo mais que algumas vezes por semana se tanto. Contudo, a principais dicas daí que me motivam é lembrar-me do motivo pelo qual comecei e esforçar-me por incluí-li na agenda, porque o Life of Cherry continua a ser uma parte importante da minha vida <3.
    Beijinhos
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  3. O que me ajuda a manter o meu blog é a junção de duas coisas: saber o motivo para ter começado e a paixão. Honestamente, se não gostasse tanto disto não sei se ainda cá andava, principalmente depois de 2019, em que passava dias em que não tinha cabeça para pensar sequer em escrever fora dos dois trabalhos que tinha.



    A Sofia World

    ResponderEliminar
  4. Por vezes, é desafiante recorrermos às razões que nos motivaram, de primeira, a criar um projeto. Mas é mantendo a calma, relendo, visitando o baú, que vemos e sentimos florescer aquela luz que nos guiava! E não há que ter medo de experimentar o que melhor funciona, de modo a não sermos obrigados a abandonar algo que nos faz bem!
    Publicações como a tua são uma bonita lembrança para isso! ♥️

    Beijocas,
    LYNE, IMPERIUM BLOG // CONGRESSO BOTÂNICO - PODCAST

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)