segunda-feira, 1 de junho de 2020


Maio passou num sopro mas, ao mesmo tempo, foi extraordinariamente longo. Foi um mês melhor, a todos os níveis, e onde a palavra-chave foi reencontro. Não com todos nem com tudo — há distâncias e 'olá''s que ainda têm de ser protelados — mas os suficientes para a vida ganhar mais gosto e propósito. Foi também um reencontro pessoal, do meu equilíbrio, da minha paz. Tudo se há de organizar.


Apaixonei-me por esta blusa assim que a vi e desconfio que foi desenhada a pensar em mim. Os elementos não mentem: a cor lindíssima — e que tanto chama a Primavera! —, o tecido fluido, as mangas abalonadas e a cintura marcada gritam ‘Inês!’. Tenho gostado de a combinar com jeans ou com calças mais claras, para manter a leveza no visual!


Rendi-me à calça de alfaiataria quando comprei estas e decidi apostar num tom mais claro para os conjuntos luminosos. Estas são de cintura subida, cano straight e muito confortáveis. Dão uma folga aos (já previsíveis) visuais com jeans e acrescentam um toque clássico ao look sem o pesar. Adoro que sejam versáteis e que as possa combinar num coordenado mais work friendly, num momento mais formal ou — como usei na foto — em ocasiões mais descontraídas. Neste caso, usei com camisa mas ficaria perfeitinha, também, com uma t-shirt ou uma blusa fluída de verão. O tecido é leve e não aquece. O único defeito é que, por ser uma calça mais estruturada, os tons claros destacam mais os vincos. Estou apaixonada por este modelo de calças!

Continuo a ser fiel a esta dupla mas não gostava nada do facto de o meu creme de dia-a-dia não ter fator de proteção solar. Fiquei radiante quando descobri que a Uriage lançou o Eau Thermale com SPF 20 — que eu acho que basta para o meu quotidiano. Em dias de maior exposição solar — ou a temperaturas mais elevadas — dou preferência ao protetor solar de rosto que vos recomendei aqui
Acho importante alertar que este creme não é indicado para o mesmo tipo de rosto que o original. O original era para normal a mista, este é indicado para pele seca. Fiquei apreensiva com esta descoberta porque eu só tenho pele seca no inverno, mas a verdade é que a fórmula é praticamente a mesma — talvez com uma textura mais aveludada e menos em gel — tem a mesma rapidez de absorção e, até agora, não tem reagido nada mal à minha pele (muito pelo contrário! Perguntam-me que máscara uso para deixar a pele tão iluminada!). A pele não fica brilhante nem oleosa, apenas com um ar saudável. Mantém-se hipoalergénico e sem perfumes fortes, com a mesma quantidade também. Costumo aproveitar as promoções da Wells para fazer o meu re-stock!
Maio foi o mês onde finalmente nos rendemos ao take away. Durante o confinamento, optámos sempre por cozinhar em casa e dar asas à criatividade. Na hora de apostar em 'comer fora', escolhemos apoiar negócios locais dos quais já éramos clientes habituais em circunstâncias normais. Afinal, eles também precisam da nossa ajuda.


Partilho convosco duas das coisas que mais tinha saudades de comer fora: comida chinesa, japonesa e frango assado. E matei saudades de todas, sendo que destaco o restaurante Miao & Li, um dos meus restaurantes chineses preferidos de Torres e o meu querido Átrio, com os inigualáveis hot rolls. Ambos cumprem com rigor as normas de segurança, acondicionam bem a comida e ela chega bem quentinha à vossa mesa, pronta para terem um sabor de fora no conforto de casa.


Para o dia da mãe, decidi preparar-lhe uma mesa caprichada à varanda com direito a bolo de iogurte. E dei dois toques especiais na receita que, na minha humilde e muito modesta opinião, fizeram a total diferença no sabor e elevaram esta simples receita: 1 colher bem cheia de essência de baunilha e, além da raspa do limão (ou da laranja), adicionar o sumo também. Os sabores ficam muito melhores, mais intensos e gulosos. Ficou tão bom que tinha de partilhar a dica!

Becoming
_________________

"Becoming foi uma viagem que me fez ter uma visão 
mais familiar e real de Michelle Obama e do universo
 que é viver na Casa Branca. É extraordinário que esta 
mulher tenha revolucionado o papel (indefinido) que
 é ser Primeira Dama. Linguagem informal, no equilíbrio 
certo entre sinceridade total e uma ligeira filtragem
 para evitar tumultos na opinião pública."

REVIEW COMPLETA

A Espia
_________________

"Numa época delicada onde o país se declarou neutro
 nos conflitos bélicos, Portugal estava marcado pela 
ditadura, corrupção e espionagem — tanto para os 
Aliados como para os Nazis. Várias redes construíam
 expectativas para o futuro do país e alguns dos 
acontecimentos e planos mais inusitados são retratados
 nesta série — que ainda não terminou."

REVIEW COMPLETA

The Last Dance
_________________

"É fácil demais dizer que esta é puramente uma série 
sobre basquetebol (e, em muitos aspetos, é). Mas é 
também uma série sobre sermos obcecados por aquilo 
que temos paixão em fazer, sobre escolher batalhas — 
e assumir as consequências das que descartamos — e 
sobre o quanto nenhuma equipa, nenhum colectivo 
(em qualquer vertente e não só apenas na desportiva) 
brilha só com um homem talentoso."

REVIEW COMPLETA
After Life - 2ª Temporada
_________________

Depois do tremendo sucesso que foi a 1ª temporada, o 
entusiasmo para assistir a esta segunda parte era real! E 
embora as críticas tenham sido bem pesadas, adorei a 2ª
 temporada e não me desiludi, de todo! Muitas das críticas 
apontaram para uma ideia de repetição do conceito mas,
 na verdade, acho que é um retrato fiel do processo do 
luto — umas vezes progredimos, outras vezes sentimos 
algum retrocesso. É inacreditável como consigo rir, chorar 
e chorar a rir com esta série, no mesmo episódio. Eu 
recomendo imenso que assistam!

REVIEW 1ª TEMPORADA
Sou eu que trato do design de todos os meus projetos e descobri uma extensão do Chrome absolutamente fabulosa e que vai resolver alguns dos meus dilemas — e vossos, se também são vocês que fazem os vossos designs. O ColorPick Eyedropper é uma extensão que vos permite saber o código de cor de qualquer coisa onde passem o rato. Qualquer tom! Basta clicarem no ícone da extensão, moverem o rato pela página, foto, letra, design (qualquer coisa!) e a extensão vai indicando qual o código desse tom no gradiente de cores.
Não sei até que ponto isto será útil para vocês mas não imaginam o quanto isto é life changing para mim, especialmente porque sou obcecada por paletas de cores harmoniosas e que conversem umas com as outras. Ter como saber qual o tom certo de determinada imagem ou grafismo é divinal. Não sei se esta é uma extensão recente ou se já a conheciam mas, se sim, não vos perdoo por não ma terem recomendado!


A segunda extensão que quero partilhar convosco é a Noisli. Não acho tão essencial como a ColorPick mas adoro-a porque é uma extensão com sons! Acho-a diferenciadora das playlists de natureza do Spotify ou Youtube pela variedade de sons incomuns de se encontrar nessas plataformas como... o som de um café! Eu sempre adorei o ruído de fundo de um café, com pessoas, com a loiça... E esta extensão tem esse som! Mas não só: tem o som do mar, floresta, trovoada, chuva, comboios, lareira, vento...
O bónus é que podem combinar os sons! Podem juntar a chuva com a trovoada, o som do café com o som da chuva... E regular o volume, destacando mais um som do que outro. As combinações podem ser salvas, para ouvirem mais tarde. 
Eu acho isto maravilhoso, especialmente agora nesta época tão frágil que estamos a viver. Não há nada mais reconfortante para mim do que meter o som do café com o da chuva e trovoada. É um som tão familiar e do qual já tinha tantas saudades...! Tinha de vos recomendar isto porque os sons são bons e muito reais. Também podem temporizar ou aderir à versão premium para desbloquear outros sons e ambientes mas confesso que estou perfeita com o som do meu café com chuva.

Esta partilha fez-me pensar se estariam interessados em saber quais são as extensões que eu não dispenso e que mais uso no quotidiano. Informem-me nos comentários se for algo do vosso interesse!




playlist
______________________________ 

 

Maio fica marcado pela tentativa de atenuar o atípico de tudo o que estamos a viver. Já mais conformada com esta nova realidade, retomei alguns dos objetivos de 2020. Celebrei aniversários atípicos, um dia da mãe caprichado e os primeiros reencontros — poucos e criteriosamente planeados. Ainda não me sinto confortável para me juntar a grandes grupos. Mas os encontros possíveis foram fundamentais para Maio ser mais suportável. 


O clima quente regressou e a varanda e jardim têm sido os nossos pontos prediletos da casa. Os almoços ‘lá fora’ são uma constante, assim como os banhos de sol que fizeram as minhas semanas. Coisas simples como apanhar um pouco de luz no rosto enquanto ouvimos um podcast pode ser o suficiente para a vida saber melhor. 



Do mês, guardo na memória a pizza que partilhámos sozinhos num passadiço deserto enquanto observávamos o Sol se pôr e conversávamos sobre tudo. Os passeios com o João e a Belka pelo campo. As chamadas com quem ainda não tive oportunidade de abraçar. Os primeiros dias de praia — sempre deserta porque isolamento social balnear é algo que já sou apreciadora desde que sou gente. E os miminhos que não conhecem distâncias e que nos aproximam. 



Maio foi, também, um mês de acontecimento surreais; em grande escala, o incrível direto do Bruno Nogueira, que mobilizou o país e que entrará na História digital como um dos momentos mais marcantes da década, e o lançamento do Space X, que assistimos em direto e de olhos colados ao ecrã. Numa escala bem mais modesta, ter avançado, finalmente, com o meu novo domínio e ter descoberto que o Bobby Pins foi tema de um trabalho de faculdade — dá para imaginar?! 


Termino o mês cheia de emoções para processar mas com a certeza de que foi preenchido, intenso, atípico e desafiante. Saber que tenho as pessoas certas do meu lado e que sou resistente o suficiente para acordar todas as manhãs com coragem numa mão e um Earl Grey na outra tem bastado para encarar tudo com paciência e esperança.

Junho, sê tudo de bom.

4 comentários:

  1. Um grande sim para o post sobre as extensões do Chrome!

    E já agora, aproveito para fazer duas sugestões. Tenho visto uma grande evolução no teu objectivo de explorar a tua beleza. E noutra área completamente diferente, pareces conhecer muito bem aquilo que gostas e não gostas em termos de moda. Estou um pouco nas duas jornadas mas confesso que me sinto perdida! Adoraria saber a tua experiência e como conseguiste essas coisas aos poucos. Fica a sugestão, se for do teu interesse!
    Beijinhos :)

    ResponderEliminar
  2. Maio, para mim, foi um presente dado pela resiliência, e penso que para ti também, e fico tão feliz por isso. Fico tão contente que te tenhas reencontrado com alguns dos teus <3 e admiro imenso o teu estilo, do género, quando for grande quero arrasar como tu! ;)

    ResponderEliminar
  3. Maio passou memsmo muito rápido, mas ao mesmo tempo foi confuso em alguns sentidos. ~
    Gostei de ver os teus favoritos, e é óptimo que tenhas roupa que tem tudo a ver contigo, é optimo quando isso acontece. Quanto ao comer, é algo que acho que nunca experimentei, a excepção de frango assado claro. Mas fiquei com vontade de experimentar.

    ResponderEliminar
  4. Inês, os teus looks clássicos conquistam-me cada vez mais <3, lindos!
    Tal como tu, também tenho estado rendida aos take-aways, aliás, têm sido a minha principal aposta uma vez que, de resto, não tenho grande necessidade de ir a lojas ou a esteticistas para já.
    Fico muito feliz por maio, tal como a mim, ter trazido alguns dos reencontros mais aguardados <3. Continua com a tua força <3.
    Beijinhos
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)