quarta-feira, 23 de outubro de 2019

WEB || Ouviste Isto?


Com a tendência dos podcasts a regressar, algumas das questões que mais vou ouvindo — online e offline — são ‘que programas gostas de ouvir?’, ‘quais os melhores podcasts?’, ‘o que me recomendam?’. Embora seja bastante fiel a um conjunto de programas — alguns deles até recomendei aqui — tenho-me apercebido que certos episódios são mais enriquecedores que outros e que, por vezes, eu prefiro recomendar um episódio específico e não apenas o podcast em si. A pensar nisso, decidi iniciar o Ouviste Isto? no Bobby Pins. Não vai ter uma regularidade programada porque é um processo espontâneo: vou destacando episódios que gostei muito de ouvir e que quero partilhar convosco ou debater um pouco sobre os temas relacionados. Os episódios que vou recomendar são independentes, ou seja, não necessitam de ter ouvido outros episódios do programa para poderem escutar, salvo alguma exceção devidamente assinalada. Fico também na esperança de que possam comentar abaixo episódios específicos que vocês recomendam e gerar uma partilha enriquecedora. Sem mais demoras, vamos começar?

 6 Reasons Why It’s Never Too Late To Quit and Start Over | Neste episódio, Jay Shetty dá-nos seis razões pelas quais nunca é tarde para aprender ou apostar em algo novo. A atualidade em que vivemos empurra-nos muito para a ideia de que todas as nossas capacidades e habilidades têm de ser desenvolvidas em tenra idade e que, quando crescidos, certos sonhos já não fazem sentido porque vão ‘demasiado tarde’. O episódio prova-nos o contrário de uma forma lógica e muito convincente. Não é demasiado tarde para aprenderem a tocar um instrumento, voltarem a dançar, trocarem de curso ou carreira, inaugurarem um blog ou canal de Youtube ou até abrir um negócio. É, sem dúvida, um episódio motivador!

Fattism | O excesso de peso e obesidade são duas questões de saúde pública graves e que devem gerar preocupação e estratégias de combate por parte das equipas de saúde. No entanto, pessoas com excesso de peso continuam a ser inferiorizadas e ostracizadas pelo seu peso. O escrutínio em relação aos seus comportamentos e aparência é cruel. Sendo a obesidade uma doença muito mais complexa do que comer ininterruptamente — como muita gente desinformada acredita — justifica-se certo tipo de comentários, diferenciação de oportunidades ou ‘terapias de choque’ para sensibilizar comportamentos mais saudáveis? Sendo a epidemia do séc. XXI, por que não vemos mais pessoas com excesso de peso nos nossos círculos académicos e profissionais? Onde estão essas pessoas?

Why is Architecture So Big On Instagram? | Durante as minhas visitas ao Instagram, suscitam-me sempre muitas questões relacionadas com a forma como esta rede tem influência no offline, nomeadamente, no mercado. A tendência da arquitetura é um fenómeno mais do que estabelecido nesta rede e existem cada vez mais utilizadores à procura dos mais belos edifícios e das construções mais criativas para fazer o seu próprio registo fotográfico e interpretação. Mas será que esta tendência tem influência na forma como os arquitetos são abordados e os planos são projetados, hoje em dia? E de onde nasceu esta inesperada adoração por fotografar edifícios?

Digam-me, gostaram desta ideia? Qual dos episódios suscitou mais curiosidade?

3 comentários:

  1. Excelente ideia! Gosto mesmo muito destas coisas!
    Se souberes de algum podcast em português interessante, ficaria muito agradecida! Estou num processo de reabilitação auditiva pós-cirurgia de implantes cocleares e tem sido muito gratificante explorar novos sons e perceber palavras e frases sem ser frente em frente. Muito obrigada! Um beijinho da Mariana :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Nesta publicação (https://bobbypinss.blogspot.com/2019/01/web-4-podcasts.html?m=1), os 4 podcasts que sugiro são todos portugueses mas aquele a que sou mais fiel é o Sozinho em Casa. Espero que gostes e boa recuperação, Mariana :)

      Eliminar
  2. Vou ver! Muito muito obrigada! Tudo de bom para ti! :)

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)