sábado, 3 de setembro de 2022

 

8 anos de Favoritos. Assinalados sempre em agosto, um mês sempre tão descontraído e luminoso. Confesso que me custa que vá embora, que não quero que o verão se despeça já de mim. E sei que muitos dirão que setembro ainda aguarda muitos dias de calor, mas, na minha consciência, setembro vem carregado de dias nublados, chuva, bebidas quentes, outono. E eu amo, por virtude. Mas este ano gostava que o verão se mantivesse junto a mim, num eterno agosto. Na impossibilidade de acontecer, vamos recordá-lo antes de me despedir oficialmente.


As riscas foram um amor que foi crescendo devagar no meu guarda-roupa e, ainda agora, sou muito criteriosa nas escolhas. Mas, neste top, achei que eram o padrão perfeito e que combina bem com o verão do Oeste – bem fresco de manhã e à noite, e quente ao longo do dia. É uma peça que gosto de combinar em looks mais clássicos e neutros, com calça de alfaiataria ou jeans claros. 


Há uma verdade universal no mundo: ninguém precisa de mais do que uma tote bag e é talvez a única peça de ‘roupa’ que compro mais do que preciso – algo a melhorar, mas acho que se todos os consumidores tivessem o mesmo problema que eu, estaríamos nós bem. 

A que me tem acompanhado nesta reta final do verão é a Tote Bag Mirtilo e, por ser bem grande, tem sido a minha escolha de eleição para levar para a praia, piscina e ginásio. Não bastasse ser giríssima, faz também parte da coleção Adopt a Bag, uma marca que se juntou à Associação Projeto Java para a doação mensal de alimentos para os animais que a associação acolhe. 

Todos os produtos da Adopt a Bag – e não são só tote bags! – oferecem um número específico de refeições. No caso da Tote Bag Mirtilo, corresponde a 20 refeições para os animais da associação. E sim, é verdade, tote bags são um vício. Mas quando é assim, não me importo.

A minha descoberta de agosto: acho que encontrei o creme da minha vida. Depois de jurar fidelidade eterna ao meu perfume, finalmente encontrei um creme de corpo sem defeitos, com um perfume que não enjoei e que liga bem com o meu perfume: Dove Glowing Care com flor de lotus. A embalagem refere que é adequado a todos os tipos de pele e, além de espalhar na perfeição e de hidratar a pele numa rotina diária, tem o cheiro mais adorável. Nunca tive um creme que comprasse recorrentemente – ia sempre aproveitando para experimentar um novo quando outro acabava -, mas este sei que vai permanecer na minha rotina. 

Ainda na minha saga das máscaras, há algum tempo que queria experimentar as da Laneige e aproveitei uma campanha da Sephora que vendia os três bestsellers de máscaras de noite em miniatura para testar e ver com qual delas tinha o efeito preferido. 

O resultado foi adorar as três, cada uma com um objetivo diferente: uma de prevenção de rugas do sono e linhas de expressão, outra de hidratação leve (quase em gel) e a terceira de hidratação extra, com uma textura mais densa. A verdade é que, tão cedo, não vou precisar de escolher qual gosto mais porque, mesmo sendo miniaturas, as três são em creme e necessito de tão pouca quantidade de produto para cobrir todo o rosto que desconfio que vão durar muito tempo – mesmo com uma rotina de aplicação semanal. 

São práticas – basta aplicar antes de dormir e enxaguar o rosto de manhã – não têm praticamente perfume e a sensação na manhã seguinte é maravilhosa. Sinto o rosto cuidado, firme e iluminado. Se quiserem trazer alguma no tamanho original, recomendo qualquer uma delas.

Em agosto, pus a conversa em dia com a Bruna e tudo já estava doce, mas com a chegada das panquecas de chocolate do The Folks, tudo atingiu um novo patamar. Sou-vos sincera que há muito tempo que não ia a um café em Lisboa e ficava genuinamente satisfeita com a refeição – cada vez mais ando a sentir que a comida nos restaurantes e cafés da capital tem sido feita para o Instagram comer e não o paladar -, por isso, ter esta boa surpresa foi a certeza de que as queria recomendar nos meus favoritos. E as pedrinhas de sal por cima da pasta de chocolate? O toque perfeitinho!

Começo por atribuir a totalidade da culpa a este favorito à Ana, que mostrou que as caixas da LEGO mais giras de sempre estavam à venda no LIDL. Sempre que via estas caixas, estava num lugar onde definitivamente não tinha como as levar para casa (em viagem, basicamente). Para casa, trouxe esta mais pequena para guardar alguns objetos que estavam perdidos aleatoriamente nas minhas prateleiras. Adoro elementos de decoração criativos e com personalidade. Definitivamente, este é um must


Este foi, provavelmente, o meu achado preferido da Vinted, de sempre! E tudo começou com um episódio d’O Teu Mal É Sono com a Marta Ferreira onde, entre tantos outros temas, se falou nas rugas do sono. Bom, rugas não é algo que me preocupe, mas gosto de ter uma rotina de cuidado e uma das dicas partilhadas no episódio para minimizar o impacto das rugas do sono são as fronhas em seda, por não marcarem tanto a pele e protegerem, assim, a elasticidade. São também boas para quem quer prevenir o frisar do cabelo. 

Problema: não sei se já pesquisaram o preço de uma fronha de seda. Eu já e a minha primeira reação foi cantar o ‘Rugas’ dos Humanos e assumir que as iria ter de qualquer maneira. E depois lembrei-me da Vinted e encontrei duas fronhas de seda a um preço incrível. Chegaram na perfeição, lavei-as e agora durmo impecável na minha almofada suave e cor-de-rosa. Um outro ponto positivo? Está sempre fresca. 

Não tenho como vos recomendar uma marca em específico, mas deixo a dica, caso estejam na mesma busca!
playlist
______________________________

Sinto a mesma coisa quase todos os anos, em agosto: que passou num sopro, mas uma vida inteira aconteceu dentro dele. Não foi um mês incrível e ainda estou à procura da leveza que todos falam que têm visto eu mim – porque não é assim que me sinto, embora seja assim que esteja a tentar navegar tudo o que acontece. Em agosto, não voei como queria, muito pelo contrário: tive a confirmação de que os pés assentes na terra são fundamentais nesta fase. Outras alturas serão mais propícias para voar, concluí. 


Agosto foi sinónimo de mais umas pequenas férias e devorei-as com total necessidade. Houve direito a mergulhos de mar, jantares especiais, reencontros, leituras em dia, sestas e ritmos de vida desacelerados. 


Marcou também emoções especiais: demos arranque ao The Characters Club – e está a ser uma distração tão boa e especial na minha rotina! – e consegui os tão impossíveis bilhetes para os Coldplay. Pelo meio, também houve direito a celebrações de aniversário, festas de aldeia, pulinhos a Lisboa e uma pequena escapadinha a Sul combinada à última da hora, com uma amiga que alinha sempre. 


Agosto foi um mês de descanso, preparativos, desenvolvimento pessoal e muita introspeção. Teve mergulhos mais escuros, mas cada vez sei melhor onde encontrar a luz – ou deixar que os outros ma mostrem. 

Setembro, sê maravilhoso!

7 comentários:

  1. Setembro será ótimo, minha querida. 🤍

    ResponderEliminar
  2. Por acaso, estudaste música ou apenas tens tantos cd's de música clássica apenas porque aprecias?

    ResponderEliminar
  3. Que favoritos bonitos! És de luz, querida Inês, que Setembro seja um abraço quentinho! <3

    ResponderEliminar
  4. Oh :) Que bom entrar de duas formas diferentes nos teus favoritos. E ótima dica da fronha, vou pesquisar hehe!

    ResponderEliminar
  5. Sem dúvida os meus post favoritos do teu blog (apesar de gostar de todos hehehe)!

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)