quarta-feira, 31 de agosto de 2022

PASSAPORTE | Altes Museum


Embora esteja edificado em Berlim, o Altes Museum – tradução livre para Museu Antigo – é o museu com o maior acervo de arte da Grécia e Roma Antiga do mundo. Tem quase 200 anos de existência e a coleção de esculturas e artefactos que foi acumulando ao longo do tempo tornou-o num dos museus mais importantes do mundo para mergulhar na Antiga Grécia e na Arte Romana. 

O Altes Museum está localizado na Museumsinsel que, traduzido, significa Ilha dos Museus. Já tinha referido nas dicas e factos sobre Berlim que a cidade está repleta de centenas de museus e canais, sendo que os principais museus estão todos concentrados no mesmo lugar e cercados por canais, ligados por pontes, formando, precisamente, uma ilha de museus. Pela sua característica austera e colunas gregas, o Altes Museum é muito fácil de identificar. 

A arquitetura austera é transversal em Berlim, assim como o tamanho magnânimo não só dos edifícios, mas também dos salões e câmaras. Com o Altes Museum não é exceção; de linhas retas, grandioso e sombrio por fora, o interior reserva-nos um átrio gigantesco, com uma cúpula escondida da fachada e rodeada de estátuas - inspirada no Panteão, em Roma. É impossível não visitar os museus de Berlim sem olhar para cima e ficar de queixo caído.

A certa altura, o acervo tornou-se tão grande que teve de ser dividido entre três edifícios – Altes Museum, Museu Pergamon e Neues Museum (não visitámos os dois últimos, por gestão de tempo, mas quero muito colmatar esta falta, num regresso). 

Este foi também um dos museus que mais sofreu, durante a II Guerra Mundial. Foi praticamente destruído por bombardeamentos e incêndios e, mesmo tendo o acervo sido transferido para outros locais seguros, muitos artefactos foram destruídos permanentemente.

No Altes Museum, podemos mergulhar no universo da Antiga Grécia e Roma, e embora não seja um espólio tão polido e elegante quanto noutros museus – como o Louvre ou o British Museum – é notável que sejam relíquias originais e tão antigas, preservadas o mais possível da mesma forma que foram encontradas. 

Numa tarde de chuva – que, de resto, foi a assinatura da viagem – foi o refúgio perfeito.

1 comentário:

  1. Fiquei curiosa de visitar. Obrigada pela partilha de mais um local maravilhoso. 🤍

    Segue-me:
    Blog | Instagram

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)