domingo, 29 de novembro de 2020

LIVROS || It Only Happens In The Movies


Admito: foi um YA que me surpreendeu. It Only Happens In The Movies apresenta-nos Audrey, uma jovem que, por uma série de circunstâncias da sua vida, deixou de acreditar no romance. De uma forma despretenciosa, acaba a trabalhar num cinema local enquanto se debruça sobre a artificialidade das comédias românticas: para ela, todas as premissas são previsíveis e as personagens, momentos e diálogos irreais. E é no seu trabalho que conhece Harry, o típico quebra-corações que está disposto a reavivar o gosto de Audrey pelas comédias românticas — as que valem a pena. 

Premissa expectável, certo? Mas a verdade é que It Only Happens In The Movies foge a sete pés do cliché e consagra-se numa história jovem refrescante e recheada de assuntos pertinentes enquanto nos leva a crer que toda a narrativa será como prevemos. É um livro que fala sobre a amizade feminina (e o quão bom é termos um grupo de amigas, sem preconceitos patriarcais), sobre sexualidade, auto-conhecimento e, principalmente, sobre a jornada verdadeira de uma relação, que não é só água com açúcar e que envolve empenho e dedicação em equipa. 

Admito que adorei o final (era o que eu desejava, embora saiba que isso é um pouco maquiavélico, mas justificado!) e que gostava que este tipo de livros existissem na minha adolescência. Já saturámos de livros em que a protagonista não quer ter amigas porque os rapazes são muito mais ‘descomplicados’, muda o badboy e tem uma primeira vez de sonho. Esta pitada de realidade tornou It Only Happens In The Movies um livro real sobre assuntos reais e isso nunca foi tão fantástico.

WOOK

Bertrand

Este artigo contém links de afiliado.

1 comentário:

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)