terça-feira, 12 de março de 2019

LIVROS || Gmorning, Gnight!


É a primeira vez que escrevo um artigo de opinião sobre um livro que ainda não terminei, mas a razão é legítima!
Ouvi falar ocasionalmente de Gmorning, Gnight! e, embora nunca tivesse visto o conteúdo do livro, adorei o conceito. Escrito por Lin-Manuel Miranda — o mesmo que escreveu as canções para o filme Moana — o propósito do livro é simples: em cada página, há uma mensagem para lerem de manhã, ao acordar, e outra para ler antes de ir dormir. Uma mensagem de bom dia e boa noite.

Porém, quando abri o livro, não era o que estava à espera; eu julgava que, efetivamente, existiam textos, narrativas, para ler de manhã e à noite — reflexões ou pensamentos do autor que faziam sentido serem lidas no nascer e encerramento do dia. Não é o caso. Existe, isso sim, pequenas mensagens, algumas em poema, rápidas e concisas. Confesso que acho que a ideia inicial que tinha do livro era mais interessante mas, ao longo do tempo, tenho ficado verdadeiramente inspirada com as pequenas mensagens.

Todas as mensagens são acompanhadas pelas ilustrações lindíssimas e minimalistas de Jonny Sun, o que tornam Gmorning, Gnight! num livro encantador que começou por ser uma brincadeira carinhosa no Twitter e evoluiu para um livro aconchegante para começar o dia com outra disposição e terminá-lo com pensamentos bons a pairar na mente.

Por isso mesmo é que estou a opinar sobre ele sem o ter terminado. As mensagens são curtas mas tenho cumprido a rotina religiosamente. Mal o despertador toca, ligo a luz do candeeiro, alcanço o livro, leio a minha mensagem de bom dia, observo a ilustração, reflito um pouco e volto a pousar. À noite, o processo inverso. Já pronta para dormir e bem aconchegada, leio a minha mensagem bonita de boa noite, pouso o marcador e o livro na cabeceira e apago a luz. Não é uma rotina simples mas amorosa?

Ainda não existe uma versão portuguesa — mas, se existir, acho que continuo a recomendar a edição original, com os textos em inglês — mas o livro é absolutamente lindo, não só no conteúdo mas também na própria edição, em capa dura, com uma jacket lindíssima e um design gráfico maravilhoso. A dedicatória é especial e sei que é o tipo de livro que, a par do da Rupi, quando terminar, vou regressar às suas páginas para ler um dos textos aleatórios. Se me permitem a sugestão, é um livro fantástico para oferecer como presente.

Autor: Lin-Manuel Miranda
Número de Páginas: 224
Disponível na WOOK (ao comprares através deste link, estás a contribuir para o crescimento do Bobby Pins)

6 comentários:

  1. Não conhecia mas estou curiosa!!
    O conceito parece-me muito inspiracional, parece-me que ia gostar bastante de ter essa pequena rotina todas as manhãs e noites!

    Um beijinho,
    MESSY GAZING

    ResponderEliminar
  2. Ahhh adorei o conceito! Já para não falar da harmonia da capa! ✨😲

    ResponderEliminar
  3. Parece-me tão enternecedor que acho que vou guardá-lo já na wishlist!
    Um beijinho*

    ResponderEliminar
  4. Wow que conceito inspirador e interessante. Deve saber bem começar e terminar o dia com mensagens dessas :)

    ResponderEliminar
  5. Eu conhecia o Lin-Manuel Miranda do musical do Hamilton. Nem sabia que ele escrevia livros. Muito curiosa :D

    3200 Degrees // Instagram

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)