sexta-feira, 7 de dezembro de 2018

LIVROS || Anne Frank: Contos e Outros Escritos


Uma das coisas que pouca gente sabe acerca de Anne Frank — ou se recorda — é que a adolescente tinha um caderno, em paralelo com o famoso Diário, onde escrevia alguns acontecimentos do anexo e as suas histórias de ficção. É algo que a própria refere rápida e vagamente numa das suas entradas do Diário, especialmente quando escuta na rádio que, após a Guerra terminar, esperam poder recolher alguns dos diários que tantos escreveram ao longo da época, para poderem publicar. É a partir daí que Anne começa a organizar melhor o seu Diário e a separar conteúdos. Alguns, ficaram para sempre guardados nesse caderno menos popular e, ao longo dos anos, foram selecionados contos para serem publicados em pequenos livros. Em 2017, o primeiro livro, com todo o conteúdo do caderno foi, finalmente, lançado, graças à Fundação Anne Frank: Anne Frank, Contos e Outros Escritos.

Há livros que realmente penso que foram editados para mim. Este é um deles. Tendo em conta que só li a versão definitiva d'O Diário de Anne Frank, houve certas entradas do Diário que nunca cheguei a ler (porque só eram contempladas noutras versões). Através desta obra pude lê-las e ainda conhecer os contos que Anne Frank foi imaginando ao longo dos anos em que esteve escondida no Anexo. De certa forma, foi como um presente final: depois de já ter lido e relido o Diário, sublinhar passagens, escrever, ao longo do meu crescimento, notas pessoais nas laterais das páginas e de já conhecer a sua história de uma ponta à outra, conseguem imaginar a minha felicidade por poder ler conteúdo inédito da própria? Para mim, e levando em consideração que O Diário de Anne Frank é o meu livro mais precioso, é absolutamente especial. Não sei se será um livro absolutamente imperdível para quem não tem afinidade particular com o livro original, mas sem dúvida que é incrível ver Anne Frank num registo que não o de diarista, que já tão bem conhecemos.

Li O Diário de Anne Frank com uma idade próxima da adolescente e o livro foi-me oferecido pela minha mãe. É um dos presentes que guardo com mais carinho. É muito emocionante que este livro também tenha uma história e um simbolismo sobre como foi parar às minhas mãos. Um detalhe que vou deixar particular, mas que me deixa de lágrimas nos olhos sempre que olho para a capa.

Autora: Anne Frank
Número de Páginas: 194
Disponível na WOOK (ao comprares através deste link, estás a contribuir para o crescimento do Bobby Pins)

2 comentários:

  1. Obrigada pela partilha! Li recentemente, e pela primeira vez, a verão definitiva do Diário, onde refere rapidamente a existência de outro caderno, mas não sabia que realmente estava publicado.

    ResponderEliminar
  2. Quero muito muito ler os contos da Anne, também te aconselho o livro "os últimos sete meses de Anne frank". É uma espécie de documentário em que a autora conversa com algumas mulheres que se cruzaram com Anne

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)