terça-feira, 5 de julho de 2022

BOBBY PINS | Ponto de situação


Entrem, estejam à vontade. A porta está aberta. Escolham a vossa chávena preferida, a vossa bebida favorita e juntem-se neste refúgio que esteve uma temporada parado. Tinha saudades de estar aqui. Tinha saudades de vos receber. Acho que nunca tinha ficado um período tão grande de tempo sem visitar o Bobby Pins. 

Sei que não irão cobrar este interregno, mas, mais do que uma justificação, queria fazer um ponto de situação para que possamos voltar a sentir-nos em casa por aqui e para que possamos avançar para conteúdos leves, felizes e de verão. 

Costumo dizer que o propósito do Bobby Pins é que ele seja um refúgio digital feliz para quem o visita, mas também o é para mim. E por isso, custa-me muito nutrir este refúgio quando não me sinto bem. 

E não me senti bem durante algum tempo. 

Adoro abraços, mas, neste caso, não preciso de palmadinhas nas costas. Não é um pedido de ajuda e também não quero dramatizar, muito pelo contrário, quero normalizar. Coisas tristes acontecem a pessoas felizes. Há sempre boas notícias ao virar da esquina, mas isso não significa que também não existam más, noutras esquinas. O segredo está em escolher em qual delas preferimos concentrar-nos. Eu gosto de me concentrar nas boas. E quando me cruzo com uma má, ando mais depressa.

Há muito tempo que deixei de ser malabarista e de querer que o mundo todo esteja em ordem quando eu não estou capaz de segurar os pratos todos ao mesmo tempo. E depois de receber algumas notícias delicadas, estar a processar o término da minha relação e ainda ter estado umas boas semanas com a saúde fragilizada, bem… a última coisa que me apetecia era escrever. Numa nota mais feliz, tinha também viagens na agenda que, embora tenham sido ótimas, foram próximas umas das outras e deixaram-me um pouco com a rotina desalinhada e com um cansaço bom – a juntar ao menos bom. 

E respeitei essa vontade. 

Acho importante, quando criamos conteúdo, seja em que plataforma for, sermos honestos com o que sentimos. Não sou 100% apologista do conteúdo ‘real’ (onde o ‘real’ entendeu-se como fotos da pessoa a chorar ou em momentos infelizes). Eu acho que não precisamos desse tipo de vulnerabilidade pública para sermos sinceros com quem comunicamos. E ser honesto é fundamental porque o processo de voltar a estar bem, quando partilhado com sinceridade, pode ser inspiração e força para outros. Já o foi para mim algumas vezes, com inúmeras pessoas (e arrependo-me muito de não lhes ter dito). Se for para alguém desse lado (não necessito de o saber), fico contente. 

E agora? 

Agora, deixamos a luz entrar por aqui, sacudimos o pó, colocamo-nos confortáveis, apanhamos as coisas que ficaram a meio e vamos arrancando, devagarinho. Tenho muitas coisas bonitas para vos contar, muitas reflexões que foram passando pela minha cabeça e que gostava de discutir convosco. A seu tempo, elas vão surgindo por aqui, até voltarmos a ter um refúgio cheio, como era habitual. 

Ainda não está tudo bem, mas vai estar. E faz parte. Espero que esta jornada de voltar a encontrar momentos bonitos e de alegria possa também estar nesta partilha no Bobby Pins. Sempre esteve, na verdade.

A quem aqui permaneceu à espera, mesmo depois de a chávena arrefecer, obrigada. Eu vi, eu reparei. E aos que foram, mas iam confirmando se a porta já estava aberta, eu agradeço também. É bom estar de volta. 

Terminemos os nossos cosmic lattes e façamos luz neste lugar.

11 comentários:

  1. Desejo que te corra tudo pelo melhor e superes este mau momento. Acontece aos melhores.
    Uma boa caneca de chá preto dá sempre um "quentinho" na alma.

    ResponderEliminar
  2. Continuo aqui, nos bons e nos maus momentos. Fico muito feliz pelo regresso.
    A minha chávena ainda está quente...

    ResponderEliminar
  3. Muita força, Inês!
    Por mim, ainda aqui continuo a ler (e reler) os conteúdos que partilhas.
    Um beijinho!

    ResponderEliminar
  4. Que bom estares de volta Inês! Continuarei a ler (como sempre) :)
    Muita força!

    ResponderEliminar
  5. Tinha muitas saudades de entrar no Bobby Pins e encontrar um novo artigo publicado. Mas colocaste-te em primeiro lugar e isso foi o mais acertado. Desejo-te o melhor, Inês, e espero que quando a luz entrar, que cure todas as feridas e mágoas.
    Um abracinho virtual.❤️

    ResponderEliminar
  6. Estava a ler a tua publicação e, como já te disse, queria muito deixar-te um abracinho virtual - não de palmadinhas nas costas, mas de bom regresso e de luz.

    Mesmo que nem sempre venham por bons motivos, acredito que estas pausas são as que nos fazem realmente compreender o quanto estes espaços fazem parte de nós e o quanto queremos mantê-los.

    Não te preocupes com o pó; nós ajudamos a limpar.

    A Sofia World

    ResponderEliminar
  7. Bem-vinda de volta, amiga. Não vais precisar de limpar muito o pó, porque mantivemos organizado e em dia enquanto estiveste ausente. 🤍 terás-nos sempre a teu lado com o latte à tua espera.

    ResponderEliminar
  8. Querida Inês, um abraço de boas vindas! É bom ver-te de volta. A vida tem os seus altos e baixos, e o mais importante é mesmo saber respeitar essas coisas. Tudo melhora <3

    ResponderEliminar
  9. Espero de coração que estejas bem, ou que venhas a ficar mesmo que demore algum tempo. Por aqui estou, embora não goste de chá. 😬😊

    ResponderEliminar
  10. Já venho um bocadinho tarde, mas mais vale tarde que nunca, não é verdade? Bem-vinda de volta, querida Inês! Lembro-me perfeitamente de quando fui eu a estar nessa fase e, na altura, afastar-me do blog e de quase tudo foi o que precisava de fazer para voltar com mais força e alegria!

    Sei que será assim para ti também!

    Um beijinho grande!

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)