sábado, 12 de março de 2022

PASSAPORTE | The Literary Man


Imaginem dormir num hotel repleto de estantes, com literatura para todos os gostos e onde se sentem numa autêntica biblioteca; já não é preciso imaginar muito: o hotel The Literary Man abriu portas para alimentar os sonhos dos maiores amantes de livros. 



Localizado em Óbidos, o hotel recuperou um antigo convento e cobriu todas as paredes com estantes de perder de vista e mais de 40.000 livros de todos os géneros e línguas – mas, maioritariamente, em inglês e português. Há um cheiro a livro a pairar no ar e todas as mesas de cabeceira dos quartos têm algumas sugestões de leitura – quer adicionadas pelos funcionários, quer abandonadas pelos anteriores hóspedes do quarto. 



Todos os hóspedes têm livre acesso a todas as estantes e recantos do hotel, sendo convidados a ler todos os livros que quiserem – e conseguirem! – durante a estadia. Mas se chegarem ao fim da experiência e gostarem de levar um (ou muitos!) para casa, também o podem fazer a preços muito apetecíveis. 


Para além desta experiência literária incrível, vale a pena também experimentarem o restaurante do hotel, Book & Cook. Com a sala de refeições no salão principal do hotel, onde as referências à biblioteca d'A Bela e o Monstro são inevitáveis, há uma carta imperdível, em que todos os pratos têm nomes de livros. O restaurante pode ser visitado mesmo sem estarem hospedados no hotel, o que dá o pretexto perfeito para regressarem a qualquer altura (e levarem um livro!). Também muito saboroso é o pequeno-almoço caprichado e muito familiar à vossa espera – com variedade e uma calorosa sensação de ‘casa da avó’. 





Como pontos de melhoria, identificamos apenas dois; a reforma das ‘portas’ da casa de banho, que na realidade, são cortinados translúcidos. Por uma questão de privacidade, nem toda a gente sentir-se-á confortável com este detalhe (especialmente quando o valor pago pelo quarto reflete as 4 estrelas). 
Por último, um episódio muito desconfortável que testemunhámos na zona de bar (dentro do horário de funcionamento), onde dois funcionários entraram em conflito verbal. Incidentes acontecem (e as pessoas não são de ferro), mas acredito que os espaços reservados sejam adequados para isso mesmo: resolver pontos nos ‘i’ sem envolver aqueles que, ao assistirem a tal confusão, se sentem desconfortáveis em permanecer no local e, eventualmente, prejudicando a faturação do hotel e a impressão geral dos visitantes. 


O balanço final é, ainda assim, muito positivo e acredito que a experiência só tem pernas para melhorar. Fica na memória um espaço encantador, funcionárias muito atenciosas, comida saborosa e um local incrível para uma escapadinha de fim de semana!

2 comentários:

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)