segunda-feira, 28 de março de 2022

LIVROS | Uma Breve História do Tempo


Depois da jornada incrível com a leitura de Cosmos e (mais suave, mas menos poética) de Astrofísica Para Gente com Pressa, decidi ir às raízes para ler Uma Breve História do Tempo, de ninguém menos que Sir Hawking. 

Uma Breve História do Tempo é um livro curtinho onde o astrofísico reflete connosco algumas das questões que, ainda hoje, a física procura responder com rigor. O que havia antes do Big Bang? O Universo é infinito? Vai, alguma vez, acabar? E, se sim, como? 

Todo o livro foi desenvolvido para sentirmos que estamos numa amigável conversa com Stephen Hawking, e o seu célebre carisma e bom humor estão, de facto, presentes ao longo do livro. No entanto, não foi o livro mais simpático de astrofísica para ler. Não o recomendaria como uma primeira viagem literária. Cosmos, embora muito mais extenso, tem uma narrativa mais simpática e acessível, por exemplo. 

Devo confessar que, não desmerecendo o extraordinário trabalho de Hawking para descomplicar conceitos, teorias e equações tão robustas, o que realmente me fascinou é que, ao longo do livro (dependendo da edição), vão encontrando inúmeras notas de revisão pelos mais variados motivos: falta de atenção do astrofísico, troca de nomes, conceitos demasiado simplificados, imprecisões ou até mesmo pequenas gralhas. Para mim, foi o simbolismo perfeito de que devemos aceitar que não somos sempre perfeitamente claros, corretos ou rigorosos, mesmo quando de um livro se trata, e de que é importante aceitar e receber os inputs dos outros. Quando um livro (com dezenas de edições), vai na 15ª nota de revisão sobre ninguém menos que Hawking, tiramos daqui a maior lição: não estaremos sempre certos. 

É uma leitura massuda, não tem a sensibilidade poética do Sagan, mas, se gostam de astrofísica, deve definitivamente fazer parte da vossa TBR.

WOOK

Bertrand

Este artigo contém links de afiliada.

1 comentário:

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)