segunda-feira, 21 de março de 2022

LIVROS | How to Sleep


A minha sensibilidade para o estudo e higiene do sono foi tardia e, como quase toda a gente, também eu tinha inúmeros preconceitos e mitos associados ao ato de dormir. Tive o privilégio de ter um contacto regular com especialistas do sono que me abriram a mente e o conhecimento em relação ao tema e, desde então, gosto de ir investigando e sabendo mais. 

Sinto que sou uma privilegiada porque faço parte da pequena percentagem que considera que tem um sono de qualidade na maior parte do tempo – e, quando o sono não é reparador, consigo sempre associar a um momento que me esteja a causar mais ansiedade e sei que é uma situação aguda e não crónica. A maior parte das pessoas não subscreve esta observação e identifica vários problemas associados ao sono, desde sentirem que não dormem bem, que acordam várias vezes, não sentem sono (…). As queixas são tão variadas quanto as soluções que vemos por aí – muitas de natureza questionável – e foi isso que serviu de gatilho para o médico especialista do sono Rafael Pelayo escrever How to Sleep

O título já entrega um pouco da premissa da obra: o médico explora algumas técnicas para melhorar os hábitos do sono, disseca outras tantas que já são vastamente partilhadas e, no final, a mensagem é clara: não existem dicas milagrosas para tratar um problema de sono crónico, mas uma consulta com um especialista do sono pode ajudar muito mais do que qualquer sugestão. 

E acho que foi isso que mais adorei em How To Sleep; sendo ávida pelo rigor científico e pela transparência médica, o autor não falha. É tentador – especialmente, com um título destes – fazer promessas impossíveis e garantir a banha da cobra, mas cada capítulo é altamente sustentado e o grande objetivo do autor é reduzir a pressão dos leitores para o momento de irem dormir. Algo que deveria ser o sinónimo do descanso é tão associado a rotinas, passos, gadgets e medicamentos que acaba por ser esgotante e assolador pensar em dormir. Rafael Pelayo explica também como funcionam as consultas do sono e o que é que um paciente pode esperar delas. Sendo uma área tão pouco popular para a população e sendo as consultas médicas ainda um "bicho-papão" para muitos, achei que esta partilha poderia ajudar a desconstruir um pouco os medos e preconceitos face a esta tipologia de consulta. 

Numa leitura simples, totalmente descomplicada e sem chavões médicos que afastam a população, How to Sleep é um livro informativo, interessante e transparente, que enriqueceu os meus conhecimentos e que é a sugestão perfeita para quem tem estado às voltas na almofada.

WOOK

Bertrand

Este artigo contém links de afiliada.

1 comentário:

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)