quarta-feira, 28 de abril de 2021

FILMES || Abril • 2021


Este é um documentário que está disponível na Netflix e que conta uma história totalmente verídica e surreal: três adolescentes descobrem, de forma inesperada, que são trigémeos separados à nascença.

O que começa por ser uma história completamente atípica e curiosa de descoberta, rapidamente começa a revelar um fundo macabro e arrepiante. É uma produção fascinante e que me prendeu ao ecrã sem eu prever.
 
A minha penpal ofereceu-me o livro Atonement, que já tive oportunidade de ler e irei trazer-vos a review na próxima semana, e foi assim que descobri que a história já tinha sido adaptada para o cinema — ficou bastante popular! — e tive curiosidade em ver como é que a conseguiram contar. Atonement é uma história de inocência, culpa e redenção. Tem uma fotografia lindíssima, uma banda sonora incrível e desperta em nós muita empatia pelas personagens. Irei dar um pouco mais de detalhes sobre a história no artigo sobre o livro, mas recomendo totalmente o filme — é muito fiel ao livro.
 
Dos assistidos deste mês, foi o meu filme preferido. Conta a história de Bart, um jovem-adulto com Síndrome de Asperger que trabalha como rececionista num hotel. Com ele, traz um segredo: Bart filma as pessoas com o propósito de conseguir estudar os seus comportamentos — a forma como interagem com outras pessoas — e imitá-los, na esperança de se tornar mais funcional e socialmente aceite. E é através deste método questionável que testemunha um crime. Esta é a premissa de O Rececionista, que recebeu algumas críticas duras por a personagem concentrar, numa só pessoa, todas as características mais comuns do Síndrome de Asperger (o que não é habitual). Porém, eu achei uma produção muito interessante e importante: aborda o tema dos espectros de autismo de uma forma muito original mas também sensível e humana. Eu assisti com o Diogo e ele preveu todo o plot ainda numa fase inicial do filme, embora eu não — então ficam com esta nota de que pode ser um filme fácil de ler e antecipar, embora eu tenha sido surpreendida. Vi este cartaz tantas vezes no meu cinema e confesso que estou arrependida por não lhe ter dado uma oportunidade no grande ecrã.

Já assistiram a algum destes filmes? Qual foi o vosso filme preferido de abril?

Sem comentários:

Publicar um comentário

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)