terça-feira, 3 de novembro de 2020

FILMES || Outubro • 2020


Depois do sucesso — e terror para os pais — que foi Frozen, a sequela chegou para agitar as águas de uma Arendelle aparentemente serena. Frozen II está significativamente mais focado nas origens dos poderes de Elsa, afinal de contas, só assim ela os poderá dominar por inteiro. O grupo de sempre parte, então, para mais uma aventura cheia de músicas (a mais, na minha opinião, mas uma delas bem gira: All Is Found), Backstreet Renas, um Kristoff completamente abandonado pelos produtores e as duas irmãs a personificarem a importância dos laços de família e amizade para ultrapassar as fases mais difíceis (mesmo quando achamos que temos de aguentar tudo sozinhos). Não é melhor do que o filme original mas tem valores e mensagens bonitas e aquece o coração. Um bom filme para assistirem numa tarde fria de inverno. 

Este documentário da National Geographic destaca-se dos demais trabalhos sobre a Princesa Diana por uma razão: todo o documentário é narrado pela própria. Disponível no Disney+, através das gravações secretas que realizou para a escrita de um livro auto-biográfico muito polémico à data de lançamento, na altura, foi possível construir um documentário inteiro conduzido pela Princesa do Povo, desde a sua infância até aos seus últimos anos de vida. Assim, acompanhamos cada etapa com as suas reflexões e emoções. Confesso-me uma grande fã da princesa e, mais do que voltar a ouvir uma história que já conheço na primeira pessoa, houve um tema em particular que se destacou ao longo de todo o documentário e que me colocou a refletir muito: a sua saúde mental. Era uma figura pública, da realeza e teve o apoio profissional e familiar mais medíocre que podemos imaginar, deixando-a isolada e refletindo-se em outros comportamentos e doenças como consequência. Se até uma figura pública era encarada assim, que dizer do cidadão comum? Recomendo muito que assistam. 

Wonder é uma produção de 2017 que nos apresenta Auggie, um miúdo de 10 anos carismático, apaixonado por Star Wars e pelo espaço e que esteve toda a vida escondido dentro do seu capacete de astronauta por sofrer da síndrome Treacher Collins, que lhe deformou por completo o rosto. O filme explora a dinâmica familiar e os desafios de Auggie para se encaixar na sociedade. A história vai sendo contada a partir do ponto de vista de várias personagens que, de uma forma ou de outra, veem as suas vidas transformadas pela presença de um menino que só quer ser como os outros. Os valores de amizade e aceitação estão presentes neste que é um filme emocionante e muito bonito. Mas a dinâmica familiar, a gestão da atenção para os filhos e os sonhos que ficam para depois em detrimento de outras prioridades também estão muito bem retratados numa história que está repleta de personagens e emoções reais. No final, a mensagem é clara: a beleza das pessoas sempre esteve do lado de dentro.

Já assistiram a algum?

4 comentários:

  1. Já vi o Wonder e adorei :). Estou muito curiosa para ver esse documentário da princesa Diana, nem sabia que ele existia, mas como vejo tudo o que é relativo á Lady Di, acabou de avançar na watchlist :).
    Beijinhos
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  2. Wonder é um dos filmes mais bonitos, tocantes e inspiradores a que já assisti <3 com simplicidade, mostra-nos o quanto a beleza interior é poderosa. Amei :)

    ResponderEliminar
  3. Tenho de ver esse documentário da Princesa Diana, parece deveras interessante

    ResponderEliminar
  4. Vi o Frozen II há duas e adorei, mas também prefiro o original :)

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)