quinta-feira, 10 de setembro de 2020

ISTO É TÃO INÊS || Medo


Foram muitas as vezes que imaginei, sonhei e idealizei como seria este tão aguardado dia, que demorou anos, portas fechadas na cara, janelas fechadas na cara, silêncios e muito trabalho a chegar. Mas em todos os cenários que idealizava na minha cabeça, nenhum espelhava a reação principal que tenho sentido nos últimos dias: medo. 

É muito difícil reconhecer que mudámos. Que já não queremos certas coisas que queríamos, que já não temos os mesmos sonhos, que já não nos entusiasmamos a fazer aquilo que achávamos que faríamos toda a vida como se fosse um conto de fadas. E admiti-lo em voz alta exige um grande auto-conhecimento e coragem que não escondo na modéstia. É difícil admitir, é difícil responder às perguntas que se seguem, é difícil lidar com a culpa. Mas é muito mais difícil negar que o nosso caminho é outro. 

E quando ele finalmente se apresentou diante de mim, senti um enorme medo de me desiludir. De me sentir atraiçoada por mim própria. De me deparar com a realidade que é voltar à estaca zero e reencontrar-me de novo. De ter de voltar a viver o processo de verbalizar. Confesso que isso é o que mais me tem impedido de passar os dias aos pulos e em lágrimas de felicidade. Sinto-me cautelosa e observadora, pronta para enfrentar uma realidade que pode ser muito amarga. 

É a minha ansiedade a falar mas é também o desconhecido. É a impaciência de saber o que está por detrás da cortina mas a certeza de que, seja o que for, nunca me irá faltar dedicação e coragem. Eu já fui extraordinariamente competente a fazer milhares de coisas que não me faziam sentir felicidade ou paixão. Está na hora de tentar ser extraordinariamente competente em algo que pode fazer-me feliz. Devo-me isso.

Sem comentários:

Publicar um comentário

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)