terça-feira, 30 de junho de 2020

FILMES || Atleta A


Os maillots coloridos, penteados perfeitos e acrobacias extraordinárias do universo da ginástica mascaram a dureza cruel dos ambientes de treino de muitas ginastas que, desde tenra idade, observam o seu peso, aparência e capacidades escrutinados até além do limite para trazerem medalhas e patrocínios para os seus clubes. O contexto agrava-se quando, a todo este somatório, acrescentamos casos de abuso sexual. 

Atleta A é o mais recente documentário da Netflix que explora o escândalo publicado por uma pequena redação norte-americana sobre a Federação Americana de Ginástica, onde centenas e centenas de crianças ginastas — muitas delas, atletas olímpicas — foram abusadas sexualmente pelo médico integrante da Federação. Parece suficiente revoltante até percebermos que a Federação sabia das acusações e atrocidades que este médico fazia a tantas atletas. 

O documentário tem como foco principal a linha cronológica desde o conhecimento dos casos por parte da redação até ao devido julgamento e condenação do médico, mas contempla também toda a cultura tóxica envolta na ginástica, o controlo cruel mascarado de rigor, as exigências pelas quais estas atletas são submetidas sem que encontrem ninguém que as proteja. O abuso à inocência destas jovens é evidente e deixa danos irreparáveis na perceção das próprias sobre a sua saúde, as suas capacidades e auto-estima. A certo ponto, esquecem-se do prazer que é praticar o desporto que amam e que as encantou no primeiro momento. 

Não é um documentário fácil e tem algumas descrições sensíveis. Permanecemos chocados, angustiados e revoltados durante cada segundo. Tinha consciência de que o mundo da ginástica — e muitas outras modalidades — não era tão bonito quanto as incríveis técnicas que elas sabem executar nos aparelhos, mas testemunhar, sem margem para dúvidas, até que ponto podem ir pela conta bancária e reputação é desconcertante. Mas importante de assistir. Recomendo.

2 comentários:

  1. Acho muito importante este tipo de documentários, que mostram a realidade em vez de romantizar o bonito mundo das ginastas. Já sabia como duro era, mas não imaginava que existiam assim tantos crimes lá dentro.

    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  2. Já vi o documentário - por ter lido a tua review aqui :p - e hei-de publicar a minha opinião em breve, principalmente por estar dentro deste mundinho da ginástica, apesar de não se assemelhar a nada daquilo. Absolutamente de partir o coração, apesar de a justiça estar feita, 120 anos de prisão não apagam o horror que 500 pequenas ginastas sofreram, e a federação não tem as mãos limpas do assunto, absolutamente irresponsável. Obrigada pela sugestão <3

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)