terça-feira, 31 de março de 2020

FILMES || Março • 2020


Begin Again introduz-nos Gretta, uma jovem cantora que apenas quer encontrar a sua oportunidade, e Dan, um produtor musical que se deixou cair na desgraça depois de inúmeros sucessos e descobertas musicais. O encontro dos dois, de uma forma inusitada e melancólica, transforma as suas vidas. 

Se desconfiam que tem todo o perfil da típica comédia romântica e com um plot previsível, vão ter uma agradável surpresa. Begin Again deixou-me com a sensação de que a verdadeira história de amor é a de todas as personagens à música. É um filme que fala sobre esta arte de uma forma realista, contemporânea e com a qual me identifico profundamente. Se querem um filme leve mas com substância, para assistirem num domingo à tarde, esta é a recomendação perfeita. Fez-me pensar que está no mesmo espectro que o La La Land (não estou a dizer que são iguais).

 Acho que já partilhei convosco que não sou louca por filmes ou séries teen mas vou encontrando algumas surpresas boas e que merecem a partilha. Uma delas é o All The Bright Places, cujo tema central é a saúde mental. All The Bright Places conta a história de amor entre Violet e Theodore. Ambos sofrem de distúrbios mentais diferentes e, na angústia de encontrarem conforto no mundo, acabam por encontrar consolo um no outro, apoiando-se nas diversas fases da vida — e da doença. 

Não acho o filme excessivamente pesado, mas pode ser perturbador para quem esteja numa fase sensível — principalmente a cena inicial e final. Inclui, naturalmente, muitos segmentos típicos de história teen mas, no global, é um filme com uma história muito interessante, melancólica e com que muitos se podem identificar. Não passa paninhos quentes sobre um assunto real e que condiciona a vida de tantos jovens. No fim, a mensagem é clara: podemos encontrar felicidade e conforto nas pequenas coisas. E que, às vezes, as pessoas de quem precisamos, precisam mais de nós.

5 comentários:

  1. Não estava lá muito interessada em ver "All The Bright Places", pensava que ia ser demasiado teen, mas depois da tua review vou ver :).
    Beijinhos
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  2. Já vi o primeiro e gostei, mas estou com um enorme receio de ver "Fala-me de um dia perfeito" gostei tanto do livro que tenho medo de ver o filme :/

    ResponderEliminar
  3. Em relação ao All The Bright Places, fiquei surpreendida com o final, porque nunca esperei que acontecesse. No geral, é um bom filme, que na minha opinião podia ser mais explorado. No que toca ao Begin Again fiquei muito curiosa, vai para a lista :)

    ResponderEliminar
  4. Também gostei do "All The Bright Places" e fiquei surpreendido com a reviravolta final. Não estava, de todo, à espera. Mas pelo que li por aí, o livro é bem superior ao filme (como é hábito). Ainda assim não tenho muita curiosidade em lê-lo. Gostei do filme e fica por aí!

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)