quinta-feira, 13 de fevereiro de 2020

DIY || O Amor Está nas Pequenas Coisas...


... Que de pequenas nada têm. O ato singelo de uma jura de amor. A genuinidade da entrega e dedicação que temos por quem não quer menos do que o nosso bem. O significado que um pequeno 'amo-te' reserva na sua essência. O romantismo escondido num abraço, num beijinho na testa, num carinho de polegar na mão dada. No jantar feito sem termos pedido. Nos miminhos e surpresas simples que elevam o quotidiano. Nos cafunés depois de um dia não  — e depois de um dia sim também.

Dividir o lado bom da vida com quem estimamos quer-se simples, honesto e apaixonado (sem pudor!). E no mês do amor, vale tudo, desde os maiores atos de romantismo aos pequenos gestos de carinho. Todos traduzem o mesmo: que bom é ter-te aqui comigo.

Ao longo dos anos, tenho partilhado sempre algumas sugestões amorosas para o dia de S. Valentim e este ano não podia ser exceção. Porém, desta vez quis caprichar e decidi dar uma mãozinha aos preparativos de última hora, a quem não se vê a inundar o parceiro ou parceira com chocolates e peluches, a quem quer fugir da loucura dos restaurantes e a quem quer... só ter uma descupinha para assinalar a data, sem dramas. Preparei algo para vocês.

Foi um dos meus primeiros presentes para o Diogo, sem loucuras no orçamento mas com todo o meu coração. Fiz tantos que ainda hoje os conseguimos utilizar e confesso: é muito divertido surpreendermos o outro com um vale inesperado. No amor vale tudo e eu trouxe vales carregadinhos de amor. Para descarregarem, imprimirem e sinalizarem a data. Para dar o toque final ao presente já selecionado. Para desencantar um miminho de última hora. Ou até para enviarem por e-mail e tornarem a caixa de entrada da vossa pessoa muito mais gostosa de visitar. Não há originalidade no conceito mas foi preparado com carinho por mim (tudinho!). E quem não gosta de um vale? É para usarem e abusarem. Feliz São Valentim, meus pirosões!









5 comentários:

  1. Ofereci ao Gui um conjuntos de vales há uns anos, também. Adoro este tipo de coisas!

    ResponderEliminar
  2. Adorei! Há alguns anos ofereci uns ao Daniel. Agora temos como tradição trocá-los. Ou seja, no ano em que os ofereci ao Daniel era ele quem os utilizava. No ano seguinte vieram para mim e era eu que os utilizava :D Este ano acho que vamos experimentar algo diferente e partilhá-los.

    ResponderEliminar
  3. Já fiz vales para várias ocasiões, mas nunca o fiz para o meu namorado. Já tenho a prenda feita, mas pus um vale no saquinho como complemento :). Obrigada pela sugestão :).
    Beijinhos
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  4. Oi Inês! Obrigado por partilhares estes teus vales fantásticos e as palavras das quais partilho o mesmo ideal. Tenho de confessar que o conceito não me era totalmente desconhecido mas a tua execução está muito melhor do que algum outro vale que possa ter visto!! Parabéns e talvez te roube um ou outro como miminho de última hora hehe.

    Até já
    joaoferrao.pt

    ResponderEliminar
  5. És incrível. Que ideia simples, genuína e fofa.

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)