sexta-feira, 20 de setembro de 2019

ISTO É TÃO INÊS || 5 Coisas que Já Não Uso ou Faço


Açúcar no chá | Há dois anos, escrevi nesta publicação que já tinha conseguido ser bem sucedida na abolição do açúcar no chá exceto no chá preto. Aquela publicação foi o gatilho perfeito para colmatar essa falha e, desde então, deixei o açúcar de vez. Cortei automaticamente e sabia que não seria fácil mas que traria benefícios. Numa fase inicial, agarrava-me à combinação do leite com o chá para melhorar o gosto mas o hábito treina-se e, hoje em dia, é impensável, para mim, adocicar o chá. O gosto fica péssimo. 

Desodorizante com alumínio | Sempre foi um assunto que me preocupou  especialmente quando lia estudos sobre a correlação entre o alumínio nos desodorizantes e cancro  portanto, queria deixar de os utilizar o mais depressa possível. No entanto, seria impensável abandonar os desodorizantes. A minha alternativa inicial surgiu no formato de um creme caseiro mas, ao fim de longas horas, a eficácia perdia-se. Depois encontrei este desodorizante e tem sido o meu melhor amigo. Desde então, disse adeus a desodorizantes com alumínio e álcool. E é um adeus que vocês deviam dizer também. Hoje. Para ontem, aliás. 

Deitar tarde | Era uma miúda bem paradoxal porque embora fosse altamente matinal, também gostava de me deitar tarde. O meu dia costumava terminar à meia-noite, uma/duas da manhã. Era uma relação pouco saudável e auto-destrutiva que disse adeus desde que implementei uma rotina ainda mais matutina e que realmente me obriga a deitar mais cedo. Não quero outra coisa, desde então. Mesmo com o cansaço, sinto-me absurdamente melhor desde que passei a começar o meu dia mais cedo  e a terminá-lo também. Não fui feita para ser night owl

Refrigerantes | Não sei se se recordam dos meus 6 objetivos que partilhei convosco em Janeiro mas um deles era cortar os refrigerantes de vez e cingi-los, unicamente, aos momentos de cinema que, acreditava eu, não conseguia dispensar. 2019 tem sido uma caixinha de surpresas  em todos os sentidos!  e esta é uma delas, embora pequenina. Fiz mesmo o desmame de todos os refrigerantes e não sinto mais prazer em bebê-los. Por três ocasiões de cinema, pedi refrigerante e arrependi-me no segundo gole. Bebida com gás é um suplício; Ice Tea, o meu refrigerante preferido, é agora intragável, para mim  e fico enjoada quando penso nas inúmeras ocasiões em que o bebi. E bebidas como Compal deixam-me desesperada por água. Tenho sido a miúda da água e esta súbita aversão por refrigerantes surpreende-me. Hoje em dia, dou só um gole quando não tenho alternativas ou quando surge um sabor novo que a outra pessoa que o pediu está a consumir, pela curiosidade. Mas não mais do que isso, mesmo. 

Cabelo comprido | Em vários momentos da minha vida eu adorei ter cabelo comprido. O meu cabelo é relativamente fácil de cuidar, portanto, não era difícil eu ficar Rapunzel e manter o cabelo bonito e saudável. Mas acho que nada se compara a 2014/15, onde meu cabelo atingiu o recorde pessoal de comprimento. Eu amava poder ter um ‘cabelão’, fazer carrapitos gigantes e sentia-me mais mulher por o usar assim. Depois fartei-me e cortei-o bem junto à clavícula. E rendi-me. Há anos que não tinha o cabelo tão curto como tenho agora, quando o cortei, mas também nunca mais voltei a deixar o cabelo chegar aquele comprimento e tenho-o mantido, desde então, próximo dos ombros. Sinto-me mais confortável, elegante, mulher e bonita com este comprimento de cabelo. Devemos usar o que nos faz sentir bonitas e seguras, portanto, os cabelos bem longos estão fora dos meus planos.

E vocês? Que coisas é que já não usam ou fazem?

9 comentários:

  1. Engraçado que também já não faço nenhuma destas coisas, mas ja há uns anos! Identfiquei-me muito!

    ResponderEliminar
  2. Não tinha visto essa publicação do desodorizante, mas obrigadaaaaa!! Há anos que sofro com alergias a desodorizantes e já tinha procurado um sem alumínio e álcool mas só encontrava para homens.
    Chá sem açúcar ainda não consigo, mas lá hei de chegar! Sobre o cabelo comprido, há 4 anos que mantenho um comprimento relativamente intermédio, portanto agora quero deixar crescer e depois cortar super curto, que já não sinto uma mudança assim radical há algum tempo e é sempre boa

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Recomendo imenso para pele sensível. O meu namorado ficava facilmente com a pele irritada e eu dei-lhe este desodorizante. Desde então, nunca mais teve qualquer problema. E o perfume é fantástico, não se assemelha a 'cheiro de desodorizante', se é que me faço entender! Experimenta :)

      Eliminar
  3. Exceto a parte dos desodorizantes - sobre a qual não sabia até agora, mas vou passar a implementar! - identifico-me com todas :)

    ResponderEliminar
  4. Olá Inês. Tenho de ver se encontro esse desodorizante ou semelhante em São Miguel, obrigada pela partilha tão útil. Quanto ao resto, nunca coloquei açucar no chá, nunca gostei de refrigerantes, gosto de ir variando o comprimento do cabelo, também não me deito muito tarde, mas o pior é ficar horas às voltas na cama porque o sono não vem loool

    ResponderEliminar
  5. Deixei já há vários anos de adoçar o chá por tua influencia, comecei a usar o mesmo desodorizante que tu e juntei-me ao batalhão que não bebe refrigerantes, queres melhor exemplo de bom trabalho e de credibilidade que tu?! Also, estás belíssima de cabelo curto!

    ResponderEliminar
  6. Ando numa espiral a tentar mudar os meus horários para poder começar a ser uma morning person, no entanto está a ser muito complicado porque sempre fui mais produtiva pela noite. Mas deitar-me tarde é algo que também quero deixar de fazer!

    ResponderEliminar
  7. Também não bebo chá com açúcar há uns 9 anos e foi a melhor coisa que decidi fazer pelos meus ricos momentos! Decidi abolir o açúcar do café quando entrei na faculdade e, desde então, que me faz confusão sentir um grão'zito que seja no mesmo! Já não bebo sumos ou refrigerantes desde os 12 anos - de vez em quando, dou um gole ou outro, mas fico arrependida no momento a seguir! -, e fiquei inspirada para pesquisar mais acerca de desodorizantes sem alumínio - até já apontei a marca que usas, porque não fazia mesmo ideia dos malefícios de alguns dos ingredientes utilizados neste tipo de produtos! -.

    Estou a considerar escrever um post semelhante a este, para responder à tua questão, portanto, muito obrigada pela ideia, eheh! ♥

    LYNE, IMPERIUM BLOG

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)