domingo, 5 de maio de 2019

PASSAPORTE || National Gallery


Fundada em 1854, a National Gallery é um ponto turístico obrigatório para fãs de arte. Começou como uma pequena galeria para inspirar pintores irlandeses e, graças a generosas doações, o projeto cresceu, aumentando exponencialmente o tamanho e a riqueza do seu acervo.





Entre salas amplas e lindíssimas, podem cruzar-se com Vermeer, Rembrandt, Van Gogh, Picasso, Monet, Rodin ou Velázquez, sendo que todos eles fazem parte das exposições permanentes e gratuitas. No entanto, e não desmerecendo a beleza das obras primas que encontram penduradas nas paredes, a própria Galeria conquista pela beleza e sumptuosidade, pelo que vale a pena perderem o vosso tempo a caminhar pelas salas. À data da nossa visita, havia também uma exposição de retratos maravilhosa e muito contemporânea que preencheu as minhas medidas. Na National Gallery, podemos circular descontraidamente e sem a constante formalidade e vigilância em relação à nossa distância entre quadros ou reservas quanto a fotografias.




Foi também na National Gallery que demos pela neve lá fora, caindo na cidade, pelo que vou ter sempre este lugar especial no coração. No entanto, devo advertir que a sala onde estão expostas a grande parte das obras dos mais famosos artistas é muito discreta e pode facilmente passar-vos ao lado, pelo que recomendo que fiquem atentos ou que perguntem por indicações. Foi também nesta Galeria que comprei o meu poster de Nova Iorque, portanto, sugiro darem uma vista de olhos à loja! A entrada é gratuita para a coleção permanente e está fechada às sextas-feiras.


Sem comentários:

Publicar um comentário

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)