quinta-feira, 25 de abril de 2019

APP || Curso no Duolingo: Vale a Pena?


Apresentei-vos o Duolingo — uma aplicação para aprender línguas de forma gratuita — em 2017, no entanto, só me dediquei a levar uma rotina de aprendizagem a sério em 2018, com a escolha do Alemão. Fiz uma lição por dia, todos os dias — exceto aos fins-de-semana — que pouco mais durava do que dois minutos, mas vencia pela consistência. Paralelamente, a meio de 2018, resgatei os manuais de alemão da minha tia para treinar ainda mais e comecei a pesquisar por músicas alemãs. Agora, em 2019, dou por terminadas todas as lições e não podia deixar de partilhar convosco o feedback. Será que vale a pena?

As opiniões dividem-se, principalmente devido à tradução se fazer em português do Brasil que, embora seja pouco natural para nós — especialmente na sintaxe —, não considerei um obstáculo, até porque as diferenças entre as duas línguas não se verificam em todas as frases. Inicialmente, certifiquei-me com quem já falava alemão de que as lições estavam corretas e não induziam em erro mas, ao fim de tantos selos de aprovação, segui com as lições já confiando na aplicação.

No que é que o Duolingo é brilhante? Na extensão de vocabulário. Entre comida, países, direções, profissões, ciência, arte (...) reúnem-se uma série de palavras fundamentais para uma compreensão global da língua, o que torna a aprendizagem rica e prática para o dia-a-dia. A existência do Clube — um separador da aplicação com vários exercícios práticos como responder a uma pergunta ditada ou iniciar uma conversa na língua, legendar imagens em alemão (...) — também auxilia no treino.

Onde acho que o Duolingo perde? Na construção de frases. A aplicação sofreu uma atualização major a meio do ano e o modelo de aprendizagem também se alterou. Se, inicialmente, o Duolingo apostava muito na escrita e apelava a que construíssemos frases e palavras em alemão na própria lição, agora, esses exercícios estão apenas reservados a níveis superiores a 1. O facto de o nível de compreensão também já não decrescer, como acontecia na versão anterior, obrigando-nos a repetir a lição para 'refrescar' os conceitos também era incrível para reter melhor a aprendizagem. Assim, os níveis iniciais focam-se bastante na compreensão de vocabulário e pouco na escrita. Considero as duas componentes fundamentais. Foi também uma das razões pelas quais comecei a apostar no manual. No entanto, uma vez que já terminei todas as lições e não tenciono deixar a aprendizagem morrer, vou continuar a fazê-las num nível superior e os exercícios de escrita surgirão, novamente. 

Em forma de conclusão, sinto que compreendo melhor alemão do que falo — embora isso seja uma característica comum quando aprendemos uma nova língua — e que o meu vocabulário está bastante rico mas que a sintaxe precisa de mais treino. Estou satisfeita com a aplicação e continuo a defender que é uma excelente forma de se introduzirem numa nova língua e até de perceberem se é uma aprendizagem na qual tencionam investir mais tarde. Continuarei com as minhas lições enquanto os níveis assim o permitirem e estou a considerar — agora que já tenho uma rotina — aprender também italiano, uma língua mais fácil de aprender — gostava muito de continuar o japonês mas é uma língua igualmente exigente e conciliar alemão com japonês não se revelou tarefa fácil.

E vocês? Qual é a vossa experiência com a aplicação? Que língua estão a aprender?

3 comentários:

  1. Da primeira vez em que usei o Duolingo, foi para aprender japonês. Fiz umas quantas lições, mas desisti. No início de 2019, propus-me ao italiano e continuei por umas três semanas, no entanto, acabei por me perder, devido a outras tarefas. De qualquer maneira, tenciono regressar e terminar este desafio! 🌻

    LYNE, IMPERIUM BLOG

    ResponderEliminar
  2. Já usei a Duolingo e adorei. Agora acho que vou começar a usar outra vez, não para aprender uma língua de "raiz" mas sim para me recordar de algumas coisas de Francês e Alemão ahah Vamos ver no que dá!

    Beijinhos
    THAT GIRL | FACEBOOK PAGE | INSTAGRAM | TWITTER

    ResponderEliminar
  3. Já utilizei mas, por desleixo meu, acabei por não lhe dar a devida atenção no entanto não tenho qualquer razão de queixa e penso voltar a utilizar, desta vez para me dedicar mais a sério.

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)