quinta-feira, 14 de fevereiro de 2019

FILMES || 5 Filmes Românticos


... com um twist! Para o S. Valentim, já tivemos sugestões de ideias e experiências. Desta vez, decidi partilhar as minhas sugestões para quem procura celebrar o dia do amor de uma forma íntima e económica. Afinal de contas, quando se ama, não é preciso muito: um sofá, umas pipocas, um filme e a melhor companhia do mundo basta (e muito!). As minhas sugestões são românticas, porque o dia assim o pede, mas fiz questão de escolher cinco filmes que não são, de todo, típicos ou previsíveis. São perfeitos para se aconchegarem juntos. Pode ser?

A Linha Vermelha
Um filme argentino que conta a história de Manuel, um passageiro de bordo que se apaixona por uma das assistentes de voo, Abril. O interesse é correspondido mas, por uma série de infortúnios, ambos perdem contacto ainda antes de criarem qualquer tipo de laço. Sete anos depois, com as suas vidas num outro rumo, reencontram-se.
Tem os seus momentos previsíveis mas se acham que é um filme água com açúcar, talvez venham a ter uma surpresa. Embora seja um filme muito leve, fala sobre vários tipos de amor e paixão que nos leva a refletir sobre o quanto não podemos decidir quem o nosso coração escolhe.

Age of Adaline
O meu romance preferido de sempre não podia escapar desta lista! Adaline tem 29 anos e não consegue envelhecer. Dada a sua condição insólita e para se proteger, a protagonista decide tomar duas decisões muito importantes: não contar a ninguém sobre a sua condição e não se envolver o suficiente com ninguém para proteger o seu segredo.
Age of Adaline é uma das melhores sugestões por ser um filme muito romântico, que fala sobre amor de uma forma muito carinhosa e real mas por ter uma certa densidade que carece à maior parte dos filmes de romance. É encantador, envolvente, muito intrigante e com a pitada certa para suspirarmos de ternura mas, ao mesmo tempo, ficarmos de olhos colados ao ecrã expectantes por acompanhar as cenas seguintes.

Definitely Maybe
De todas as sugestões da lista, este é, provavelmente, o mais antigo e assumidamente uma comédia romântica. Em Definitely Maybe, Maya, uma criança amorosa, pede ao pai, Will Hayes (protagonizado por Ryan Reynolds), que lhe explique como conheceu e se apaixonou pela mãe e como é que duas pessoas que se amavam decidem pedir o divórcio. Will acede ao pedido da filha mas propõe um desafio: contar a Maya a história de como conheceu as três mulheres com quem se relacionou e mudar-lhes os nomes reais, sem nunca revelar qual delas é a mãe. Maya terá de adivinhar com base nos relatos do pai.
Embora seja um filme leve, com humor e muita doçura, não deixa de ser um filme que fala sobre o amor e sobre como as relações são tão complexas. Não é demasiado fantasioso, tem o toque de comédia certo e é uma produção altamente amorosa!

About Time
Mais um dos meus romances preferidos! Aos 21 anos, Tim descobre que todos os homens da sua família — incluindo ele — têm o poder de viajar no tempo. Ao fim de algum período de adaptação e aceitação, Tim apercebe-se do potencial do seu poder e usa-o a seu favor para conquistar a miúda doce e amorosa por quem se sente atraído.
Por muitos sorrisos que possa arrancar, About Time é um filme muito rico e competente em demonstrar o quanto o nosso tempo é precioso. Na forma como o gastamos e dedicamos às pessoas que amamos. É uma reflexão sobre o quanto damos os nossos dias e pessoas por garantido e o quanto devíamos aproveitar cada momento. É um filme com um elenco incrível, uma banda sonora maravilhosa, doce, simbólico e incrível para assistir abraçadinhos!

I Origins
Ian é um biólogo que se apaixona perdidamente por uma rapariga, numa festa, e lhe pede para tirar uma fotografia ao seu olho. É um hobby que adora uma vez que, tal como as impressões digitais, cada olho é totalmente único — um universo lindíssimo que nos é exclusivo, sem nos apercebermos. No entanto, Ian acaba sem saber quem é a rapariga que o atraiu e resta-lhe apenas a fotografia de uns olhos com um traço muito peculiar para a encontrar.
É uma espécie de Cinderella dos tempos modernos mas a história vai um pouco mais além e creio que, aliado aos diálogos recheados de simbolismo mas sem excessividade romântica, é isso que torna o filme mais robusto e interessante, superando-se enquanto romance. Há muito espaço para a reflexão sobre a nossa identidade e sobre a relação da ciência com Deus.
De todas as sugestões da lista este é, talvez, o romance menos óbvio e que se tenta transcender além da óbvia história de amor. Se são um casal que não aprecia filmes românticos, talvez esta seja a indicação mais apropriada da lista.

Gostaram das sugestões ou já assistiram a algum destes filmes? Têm planos para o S. Valentim? Por aqui, como é habitual, a data morre um pouco porque dias depois celebramos o nosso aniversário e gostamos muito mais de investir nessa data! Feliz dia dos namorados!

6 comentários:

  1. Vi todos, com excepção do primeiro. E gostei muito dos 4 que vi. Age of Adaline marcou-me imenso I Origins é imperdível :)
    Surpreendeu-me um pouco teres indicado esse filme como romance, a história é muito bonita, de facto, mas é o menos romântico dos 5. Curiosamente, é talvez aquele em que o amor perdura além do tempo e da existência terrena* :)

    ResponderEliminar
  2. De todos apenas vi o filme Age of Adeline e gostei muito. Tenho que ver os outros! vou guardar as sugestões. beijinho

    A Maria Rita blog
    > Follow me on Instagram

    ResponderEliminar
  3. Vi todos menos o primeiro e o último, e também adoro o Definitely Maybe 😍

    ResponderEliminar
  4. Conheço todos e foi uma lista mesmo muito bem escolhida, nada muito lamechas como por norma são os filmes de romance e para além disso também uma história interessante, cativante e com conteúdo (não são apenas mais um filme que se vê para passar o tempo)! São deste tipo de filmes que mencionaste que gosto. São este tipo de romances o meu tipo de filme favorito!

    ResponderEliminar
  5. Ainda não vi o 1º e o último, se bem que o último já está aqui nos separadores há algum tempo!
    Em relação aos outros, sem dúvida que Age of Adaline é o romance que nos deixa com o coração mais apertadinho durante o seu desenrolar.
    About time é capaz de ser o meu favorito, por toda a sua inocência, comédia e calma.
    O 3º da lista eu até recomendaria mais para ver em família, é tão cutxiiiiii!!!

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)