sábado, 25 de agosto de 2018

BOM GARFO || The Mill

 LISBOA

Um pequeno-almoço guloso com a Lyne pedia um lugar a preceito e a escolha de última hora foi The Mill, um espaço de referências portuguesas e australianas que prometeu roubar o meu coração.
Visitar os espaços gastronómicos mais badalados de Lisboa em Agosto em sido uma opção segura. Embora muitos fechem para férias, os resistentes prometem um ambiente mais sossegado, uma mesa mais fácil de conseguir e filas de espera mais pequenas. Embora nem todos consigam cumprir a promessa, o The Mill foi exímio e, após uns pequenos minutos de espera, conseguimos uma boa mesa em casa cheia — e este ponto é difícil de contornar.


Sendo um espaço português-australiano, encontram referências gastronómicas dos dois países, o que eu achei bastante castiço — especialmente porque tenho muita curiosidade e carinho pela cultura australiana. Este estilo tão inesperado da Austrália acaba por tornar o espaço mais irreverente e único em relação aos concorrentes; enquanto todos viajam para um caminho e um estilo muito típico, The Mill aposta noutra direcção. E foi inteligente.

Esta é a oportunidade certa para provarem os sabores dos dois lugares. A minha companhia optou por um pequeno-almoço europeu composto por um croissant com fiambre com um Piccolo Latte para acompanhar e eu rendi-me à Grande Queijada — um pão rústico com cobertura de três tipos de queijo grelhado (emental, dos Açores e flamengo) — com bacon e um The Mill, uma infusão com mistura de assam blend, earl grey e chá verde.


Parece quase escusado dizer que, entre conversas e partilhas, os nossos pedidos foram mais do que aprovados. A minha Grande Queijada era absolutamente gulosa e a combinação com o bacon foi uma escolha certeira. O chá estava no ponto e tão delicioso quanto a nossa troca de ideias. Tudo no The Mill foi pensado ao pormenor, desde o espaço moderno e convidativo ao convívio — a mesa comprida no centro do café assim o proporciona — até à loiça, pitoresca e divertida, que ajuda a dar ainda mais cor aos nossos pratos.


Terminei a minha visita de olhos postos nos English Breakfast, nas papas de aveia e na tosta com vegemite — uma pasta tipicamente australiana salgada feita a partir da levedura da cerveja. Com um staff simpático, termino esta visita amedrontada com o cenário de um dia de casa cheia mas com a vontade de arriscar e regressar!
______________________________
Rua do Poço dos Negros, 1, 1200- 335, São Bento
Lisboa
Contacto: 211 575 220

6 comentários:

  1. Adorei a loiça! Sou bem capaz de ir lá perguntar onde posso comprar igual!

    ResponderEliminar
  2. A tua Grande Queijada com Bacon deixou-me a salivar!

    ResponderEliminar
  3. Andava mesmo à procura de um sítio diferente para ir tomar o pequeno almoço!! Era mesmo isto Inês! Mega obrigada pela partilha!

    ResponderEliminar
  4. Recordo-me deste brunch como se tivesse sido na semana passada!! Estava tudo tão bom e eu mal posso esperar para conhecer novos locais apetitosos contigo! :P

    P.S.: Se não for pedir muito, será que dá para alterares o link que vai dar ao meu blogue, sff? Obrigada, coração! ❤️😙

    LYNE, IMPERIUM BLOG

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)