domingo, 7 de agosto de 2022

DAILY | To do list agosto

Fotografia: autor não identificado

Tirando os Favoritos, esta foi a rubrica que vocês partilharam ter mais saudades. E isso deixa-me feliz que estejamos aqui a tentar experimentar coisas novas e a tirar o máximo proveito de cada mês com atividades diferentes. 

Depois de uma (não tão) breve paragem, regressamos em força para agosto. 

Combina um piquenique 
Agosto, para mim, é o mês dos piqueniques, o momento perfeito para organizar um. Seja num jardim lindo e com tudo a preceito (cesta, toalha, pratinhos a combinar) ou mais improvisado, em que cada um está numa missão de comprar os snacks diferentes e todos se juntam numa toalha improvisada. Ou (porque não?) num momento só nosso, com o nosso lanche preferido, um bom livro ou podcast e um lugar onde possamos desaparecer do mundo por umas horas… Todas as opções são válidas! 

Noite de karaoke 
Não há nenhum mês onde o karaoke faça mais sentido, portanto, é altura de organizar um – em casa ou no vosso spot de karaoke de eleição. Como em qualquer karaoke decente, há regras a cumprir: 1) todos cantam. Todos; 2) ninguém vai fazer karaoke como se tentasse concorrer para o The Voice; 3) estão proibidas as baladas e 4) tanto a Bohemian Rhapsody quanto a Para Mim Tanto Me Faz só podem ser cantadas por quem sabe a bridge de cor. O resto é terreno aberto. 

Planeia as férias 
Agosto é o mês das férias para a maior parte dos comuns mortais e está na hora de as preparar. Se já estão em contagem decrescente, é hora de meter o fundo do desktop com uma paisagem idílica, rever se já têm tudo o que precisam – falta um biquíni novo? Levam a biblioteca atrás? Têm o carregador portátil carregado? -. Se só têm férias daqui a uns tempos, é hora de começar a sonhar (fazer as pesquisas, reservar alguns bilhetes, inspirarem-se em roteiros). Não há nada melhor do que sonhar com férias. Talvez aproveitá-las. Mas é hora de as planear! 

Traz algo do supermercado que sempre quiseste experimentar, mas nunca levas 
Vocês sabem o quê. O que surgiu na vossa mente quando leram esta frase. Não importa o que é: pode ser algo com muito potencial de ser bom ou pode ser aquele produto/comida que sempre acharam demasiado irreverente para resultar/saber bem. Vamos arriscar e trazer na próxima visita. Pode estar aí o vosso próximo snack preferido ou o produto de limpeza que estavam a precisar. Se não custa uma fortuna, adicionem ao carrinho. É hora de experimentar. 

Dia sem fazer nada 
E nada é nada. Sem limpar, cozinhar, produzir, estudar, treinar, sem planos. Estão livres as opções de leitura, ver televisão/filmes ou jogar. Este mês vão escolher um dia para abraçarem a vossa total inutilidade. Vão acordar sem despertador, vão comer algo que já prepararam num dia anterior – ou pedir comida -, vão fazer várias sestas ou tomar decisões fundamentais para o universo como: continuo a ler na espreguiçadeira ou dou um mergulho na piscina? Para os que têm bicho carpinteiro: é só um dia e o vosso corpo e mente precisam desesperadamente disso. Seja num dia das vossas férias ou no fim de semana, façam reset

Ouve um álbum do início ao fim 
Lembram-se de quando comprávamos um CD e ouvíamos tudo do início ao fim? Sem playlist, sem passar à frente, sem curadoria das que gostávamos mais… Vamos regressar a este tempo de nostalgia. Pode ser um CD no carro que vão ouvir do início ao fim, o álbum que vão pescar no Spotify e onde não vão selecionar a opção shuffle (…). Pode ser um álbum que conhecem de fio a pavio ou (mais giro!) um lançamento. E, já agora, quero saber: qual é o álbum no-skips para vocês?

Qual destas vocês vão adicionar à vossa to do list?

1 comentário:

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)