segunda-feira, 16 de março de 2020

PASSAPORTE || Las Dueñas


A minha segunda — e última — estreia em Sevilha foi a visita ao Las Dueñas, um palácio do séc. XV de estilo renascentista, com influências góticas e mouriscas. O seu nome deriva da construção do palácio no terreno onde outrora estava edificado o Mosteiro de Santa Maria de Las Dueñas, que foi demolido. Todo o espaço é absolutamente magnífico e conta com um número de pátios e jardins impressionante, sendo que a influência árabe nos espaços exteriores é muito evidente. As protagonistas dos pátios são as fontes, embora também exista muita presença de esculturas clássicas. Além de encantar todos os visitantes pela sua beleza inquestionável, os jardins são de particular importância por darem abrigo a mais de 100 espécies de fauna e flora — e alguns exemplares são os mais antigos do mundo.




Os interiores do palácio estão carregados de informação e pormenores decorativos incríveis. Las Dueñas é um dos locais turísticos mais visitados de Sevilha, mas a sua abertura ao público é recente; só em 2016 é que os Duques de Alba — proprietários do palácio — autorizaram visitas externas. 



A entrada é gratuita para crianças com menos de 6 anos e o bilhete tem custo reduzido para crianças dos 6 aos 12 anos, estudantes com menos de 25 anos, visitantes portadores de deficiência e idosos com mais de 65 anos.

2 comentários:

  1. Que lugar lindo! Bom blog, conheci através da Cherry :)

    https://blogda-joana.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  2. Que lugar tão bonito e que bonita estás! Estás me a fazer sentir uma necessidade enorme de regressar a Sevilha!

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)