quinta-feira, 12 de março de 2020

PASSAPORTE || La Casa de Pilatos


La Casa de Pilatos continua a ser uma pérola discreta de Sevilha — um local que muitos turistas desconhecem ou não incluem no roteiro. Mas a sua imponência e beleza são inquestionáveis. Nasceu no séc. XV com o propósito de cumprir o estilo arquitetónico típico da região de Andaluzia mas — à semelhança de quase todos os edifícios de Sevilha — acabou por sofrer uma mescla de correntes, sendo a principal a fusão entre estilo renascentista italiano (na componente estrutural) e o mudéjar (nos elementos e na decoração).



Com um nome destes, quase que inconscientemente esperamos encontrar várias aulas de fitness com as típicas bolas gigantes, mas o seu batismo vem de uma história bastante curiosa: a peregrinação a Jerusalém de Fadrique Enríquez de Rivera — filho do casal que iniciou o projeto. 
Ao regressar, descobriu que a distância entre as ruínas da casa de Pôncio Pilatos e Gólgota (local onde Jesus foi crucificado) era a mesma entre o seu palácio e um templo muito famoso em Sevilha, conhecido como Cruz Del Campo. Surpreendido pela coincidência, Fadrique estabeleceu a capela da Casa de Pilatos como a primeira das Estações da Cruz (Via Crucis) — uma imitação da Via Dolorosa em Jerusalém, que recria o trajeto que Jesus percorreu até ao Monte Calvário. A marcação da primeira estação simboliza a saída de Jesus da casa de Pilatos (originando, assim, o nome oficial do palácio). Todo este simbolismo tornou-se tão popular que muita da decoração do palácio seguiu a temática da Paixão de Cristo. Com o passar do tempo, a família foi adquirindo algumas das estruturas próximas ao palácio até formar o complexo de salões, pátios e jardins que podem observar hoje.



A partir desta história, parece quase impossível pensar no quanto este espaço está repleto, na verdade, de influência árabe. É o paraíso dos amantes de azulejos — albergando 150 tipos diferentes e tornando-se numa das maiores coleções do mundo. É também muito rico em estátuas clássicas, padrões coloridos e tectos de madeira trabalhados ao detalhe. Estando nós em Sevilha, o conselho já é repetitivo: estejam atentos a todos os recantos.



É considerada uma das alternativas (em menor escala) ao Alcázar mas julgo que poderá ser uma comparação perigosa que desencadeará desilusões. La Casa de Pilatos é absolutamente encantadora  por si só, sem precisar de comparações. 



Um dos pontos altos do palácio, são os seus pátios e jardins. Foi com alguma pena que me apercebi que os jardins são de acesso limitado ao público, o que, considerando o preço do bilhete, poderá ser um pouco injusto. No entanto, toda a planta inferior é extraordinária e não passou despercebida a Hollywood, sendo cenário para inúmeros filmes, desde Kingdom of Heaven a Knight & Day (uma produção mais recente com o Tom Cruise e a Cameron Diaz). 



O preçário divide La Casa de Pilatos em dois espaços distintos, sendo que uma visita ao palácio inteiro exige guia. Poderão fazer a visita por vossa livre vontade na planta inferior (onde estão os pátios e jardins) a um custo mais reduzido, mas é obrigatório o uso de audio-guia e deixam de ter acesso ao piso superior (onde se encontram as salas, quartos e um Goya perdido). Recomendaram-me descartar o piso superior (não compensa o acréscimo de valor ao bilhete nem o tempo de espera entre visitas). Por não ser tão popular, é um dos lugares que podem visitar a qualquer altura do dia sem filas absurdas e com alguma quietude.

3 comentários:

  1. Adoro quando mais do que lugares bonitos são sítios com histórias engraçadas para contar! E essa vibe árabe faz o meu coração derreter, adoro adoro adoro! Sem dúvida a incluir numa próxima visita, perfeito para uma louca dos azulejos como eu!

    ResponderEliminar
  2. Okay acho que me arrependi de não ter visitado a casa de Pilatos. Mas ainda bem, assim ganho a vontade de regressar a essa cidade maravilhosa!

    As tuas fotos estão incríveis, parabéns!

    Até já :)

    ResponderEliminar
  3. Adoro as fotos!
    Obrigada por este post, agora que uma pessoa está em quarentena voluntária a rubrica Passaporte tem toda uma atração nova :).
    Beijinhos
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)