terça-feira, 28 de agosto de 2018

LIVROS || O Tigre Branco


Após a leitura d'O Sonho de Uma Outra Vida, em Março, não consegui esquecer a história nem a Índia. Comentei esse pormenor com o meu pai e deixem-me que partilhe convosco um facto sobre ele: o meu pai tem sempre um livro à mão para recomendar. Um livro perfeito para o contexto da conversa. E eis que ele passou um outro livro para as minhas mãos que, à semelhança do primeiro, fazia uma viagem pela Índia crua: O Tigre Branco.

A narrativa, porém, destaca-se de uma forma muito original; O Tigre Branco dá-nos um retrato da Índia das sombras, marcada pela violência, discrepância social e económica e pela desumanidade de uma forma muito mordaz e humorística através do protagonista Balram Halwai, que partilha connosco o seu percurso moralmente discutível de como passou de um criado com condições de vida miseráveis a um empresário de sucesso.

É a partir da sua história de vida que nos dá a conhecer as discrepâncias mais assustadoras do país. Sem paninhos quentes, porém, com muita ironia. É inevitável não esboçar um sorriso de empatia pelos seus comentários e observações sarcásticas, fazendo com que O Tigre Branco se torne uma leitura surpreendentemente leve e agradável, tendo em conta os temas pesados abordados entre as páginas. Se procuram uma leitura que vos introduza para este lado mais real da Índia, recomendo-vos esta leitura como estreia absoluta. Parece quase paradoxal que a narrativa consiga ser tão leve. Mas, tal como a história de Balram, a ambiguidade é possível.

Não deixa de ser uma leitura que nos coloca a reflectir. Que rebenta a bolha de realidade que não temos noção do quanto é privilegiada e maravilhosa. Não deixa de nos fazer sentir gratos pelas coisas que temos, tão pequeninas e que, por vezes, nem nos apercebemos do quanto são essenciais e desejadas por milhares de outras pessoas. Entre alguns risos, vão dar pela vossa cabeça a vaguear por este lado da reflexão. Foi a minha segunda viagem crua à Índia e regressei cada vez mais consciente da utopia que é a minha realidade e com a certeza de que o humor negro, neste caso, caiu na perfeição.

Autor: Aravind Adiga
Número de Páginas: 242
Disponível na WOOK (ao comprares o livro através deste link, estás a contribuir para o crescimento do Bobby Pins).

4 comentários:

  1. Gosto de livros assim, que rebentem a bolha da minha realidade e me obriguem a refletir. Muito obrigada pela sugestão, Inês :).
    Beijinhos
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  2. Deixaste-me curiosa com este livro e eu admito que não consigo resistir a livros, mas quando estes ainda nos deixam a pensar e nos fazem refletir durante semanas ainda mais os quero devorar, ainda maior é o carinho que tenho pelos livros.

    ResponderEliminar
  3. Quero dedicar muito mais o meu tempo à leitura de livros e este tipo parece o mais adequado para cultivar aquele lado critico que nos ajuda a melhorar o mundo. Fiquei bastante curiosa.

    https://stateofgracebymargarida.blogspot.com/

    ResponderEliminar
  4. Ai, a Índia! Quero muito conhecer este país e de que maneira, estando tão longe, é que isso poderá acontecer? Através dos livros, é claro! Guardarei este nome e, assim que tiver a oportunidade, explorarei os seus recantos!
    Obrigada pela sugestão!!

    LYNE, IMPERIUM BLOG

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)