sexta-feira, 1 de setembro de 2017


Agosto fica marcado pelas inúmeras surpresas e momentos inesperados. Foi mais positivo do que alguma vez iria imaginar e um dos meus meses preferidos deste ano que não tem sido, de todo, o meu favorito. Estou entusiasmada para partilhar convosco tudo o que Agosto trouxe de bom!






Não é segredo nenhum para vocês que eu adoro tudo o que envolva o universo, espaço, estrelas. Não acredito, de todo, em signos e digo que sou Balança apenas para satisfazer a curiosidade de quem pergunta, mas sempre achei giro cada mês ter a sua constelação especial - sem conotações mágicas ou astrólogas.
Por isto tudo, delirei quando vi este colar. É da Parfois e é um conjunto em que compram o fio (pode ser dourado ou prateado) e o medalhão à escolha. Tem os mais variados pendentes e a colecção das constelações, que foi a que me encantou. Na outra face do medalhão está cravado o nome da constelação e eu acho que é um colar que me apresenta sem eu falar: Outubro (o meu mês preferido), a minha paixão pelas estrelas e as minhas preferências simples. Uso-o todos os dias desde que comprei e estou mesmo feliz com a aquisição.

Em Agosto, regressei ao meu restaurante preferido para comer um maravilhoso caril de frango. Aliás! Este mês tive a oportunidade de comer caril duas vezes e, uma das vezes, foi uma receita caseira. Há muito tempo que o meu pai já não cozinhava o seu caril de frango e os sabores remetem-me sempre para a minha infância. Os temperos que ele usa são sempre muito específicos e especiais!

E finalmente provei as waffles d'O Belga. Pedi uma com doce de leite e fiquei maravilhada. Têm uma publicação inteiramente dedicada ao espaço aqui!

Uma menção muito merecida ao Hambúrguer Queijo que comi na Hamburgueria Real e que estava divinal e cheio de sabor!

Num dos dias deste mês, cheguei a casa da minha avó com uma surpresa maravilhosa: um arroz de marisco acabado de fazer com muito amor e pensado em mim. Fiquei radiante!!!

Este favorito não é deste mês e não é uma descoberta recente mas, todos os verões, é recordado e reclamado com todo o carinho: Bocadelia de caranguejo. Já existe há anos, esteve uma temporada fora do mercado (regressou há um par de anos) e é o meu recheio de eleição na hora de fazer sanduíches para levar para a praia, ou para um almoço leve. É uma espécie de paté cremoso com pedaços de caranguejo (eu adoro marisco) e é super fresquinho para esta estação. Sabe a mar. Existem imensas variedades de Bocadelia, mas o meu de eleição será sempre este e perdi a conta das vezes que barrei isto no pão, este mês.

Este mês, conheci o Arigatô, um restaurante japonês no Campo Pequeno e deliciei-me a provar Dim Sum. Nunca antes tinha experimentado e fiquei loucamente fã. Outro detalhe que conquistou o meu coração por completo foi o chá frio deles. É o melhor chá frio que já bebi em toda a minha existência - e acreditem que já bebi muitos -. Carimbo total de Aprovação de Inês!

Regressos a Sintra incluem sempre maravilhosos travesseiros, que adoro acompanhar com chá preto e que como sempre a chorar por mais. São o meu doce preferido da zona!

Licenciei-me... E Agora? foi o livro do meu mês de Agosto. Já tem uma review completa, aqui, mas não podia deixar de o incluir nestes Favoritos. Fazia muita falta um livro destes e eu fico ainda mais contente por saber que quem preencheu essa lacuna foi uma blogger que acompanho e admiro. É um must-have para quem já se lançou aos lobos. Uma vez mais, muitos parabéns, Catarina, e desejo-te todo o sucesso!


Adoro as colecções de Harry Potter que a Primark lança mas se há algo que me mói é saber que, se não formos da casa Gryffindor, estamos tramados. Todos os artigos das colecções são adaptados a cada casa, mas o stock é constantemente da casa do Harry - se pensarmos nisto na perspectiva de vendas, compreendemos o porquê - e todas as outras são deixadas para trás. Raramente encontro artigos Ravenclaw e, desta vez, tive uma sorte inesperada quando, no meio de cem cadernos Gryffindor, encontrei um caderno Ravenclaw abandonado. Um! Das restantes casas, nada havia. Agarrei-me a ele para não mais soltar!
Admito que, este mês, não assisti a muitos filmes mas, o Baywatch foi definitivamente um que me deixou muito bem disposta! O filme é leve e com bons momentos de humor, especialmente quando satiriza alguns actores ou a própria série que inspirou o filme. Dei gargalhadas com gosto e saí do cinema com um sorriso rasgado, portanto, não podia deixar de vos recomendar. Mesmo que não tenham acompanhado a série em questão, assistam, vão gostar muito!



Não imaginam a felicidade que senti por ter encontrado um mini-tripé. Andava à procura de algo assim há imenso tempo, simples, que servisse para o que queria e que não custasse uma fortuna. Este é pequeno, mas dá um enorme jeito e é flexível, pelo que dá para prender nos mais variados lugares e garantir ângulos mais interessantes. E, tenho de confessar: o jeitão que dá ver vídeos no Youtube sem ter que estar a agarrar no telemóvel? Adoro-o!


Estou tão contente por apresentar-vos, neste separador, as minhas duas mais recentes aquisições na minha colecção de canecas! A primeira é esta caneca gigante de um cisne. É o tipo de caneca que eu adoro, bem grande, bem larga, que pode levar muito chá. A porcelana é ligeiramente holográfica - um detalhe muito suave - e eu sinto-me tão plena a beber nela, como se tudo na minha vida estivesse resolvido e bem sucedido! Os loucos das canecas vão compreender estas minhas sensações! Esta caneca é maravilhosa e é da Primark!


A segunda, arrebatou o meu coração. Sim, a famosíssima caneca Chip, da Primark. Quando a vi, nem quis acreditar. É puro amor e claramente esta reunião entre o Chip e eu tinha de acontecer, dado que eu sou a crazy Disney fan! É muito maior do que julgava - as fotos dão a ilusão de ser pequenina - e já bebi o meu chá a cantar a música da Bela e do Monstro. Acho que passou directamente para o pódio das minhas canecas preferidas. Isto é tão, tão, tão Inês! Talvez a caneca mais Inês do mundo!


Recordam-se da minha wishlist de Natal incluir uma lightbox de cinema, da Primark? Pois ela passava a vida esgotadíssima - como tudo o que é absurdamente giro, bombástico e barato na Primark - e o desejo não pôde ser atendido. Já tinha desistido dela e acreditei que a tinham descontinuado, até que me presentearam com uma e com a mensagem "Bobby Pins" escrita nela. O meu coração parou e, de seguida, disparou. Fiquei sem palavras porque não previa, de todo, vir a receber um mimo tão incrível, especial e desejado como este. Torna a minha decoração tão única e faço questão de escrever uma mensagem nova, todas as segundas-feiras. Tenho partilhado essas mensagens todas as semanas no meu twitter, @innmartinsm. Sigam-me por lá para descobrirem quais estão por vir!

Que nem uma velhinha, viciei num jogo absolutamente fabuloso chamado Rikudo. Ainda não vi nenhuma app com o jogo ou qualquer coisa semelhante, apenas em caderninhos do género Sudoku e Cruzadex. O Rikudo é um jogo em que temos de fazer um percurso de números consecutivos, desde o primeiro ao último e em que todos os alvéolos em branco devem estar preenchidos de forma a que o caminho passe por todos eles. Parece confuso, mas na prática é mais simples e prático. E é isto que tem ocupado a minha mente na praia de uma forma viciante. Acho três mil vezes mais giro que o Sudoku e estou de tal forma presa que envolvo todas as minhas companhias para ajudarem-me a resolver as grelhas. Se gostam de jogos como Sudoku, experimentem este!

Tenho também de vos apresentar um jogo que adorei e que desconhecia completamente, o Dobble. É um jogo de cartas com inúmeros símbolos e existem cinco formas de o jogar mas, em todas, o objectivo principal é comum: identificar quais são os símbolos iguais entre cartas. Parece um exercício simples mas, no calor do momento e com a necessidade de ser o mais rápido, o que é óbvio muitas vezes passa ao lado. É um jogo giríssimo e que dá mesmo para qualquer idade. Joguei-o imensas vezes na praia e garantiu muitas gargalhadas mas, aviso: perdem mais amigos a jogar este jogo do que com a carta +4 do UNO!!!

Como todos os outros meses, Agosto foi musical e, nesta playlist, vão encontrar as minhas obsessões do mês, que incluem Anavitória - foi de tal forma um amor que até fiz uma publicação inteiramente dedicada a elas -, a nova música galopante de Novo Amor, uma música que me faz lembrar o mar de Santa Cruz no inverno e a voz da Aurora - Ocean - Elsa & Emilie -, a nova música dos Foo Fighters que tem feito as minhas delícias e suspirado para querer voltar ao NOS Alive e reviver o melhor concerto da minha vida. A verdade é que nem todas as músicas do meu mês estão presentes nesta playlist, pelo que fica a menção honrosa aos karaokes péssimos realizados no meu carro ao som de música do nosso tempo de infância e ainda a playlist do Spotify que incluía as músicas da Disney em português e que me fizeram andar a cantar por todos os cantos da casa.


Como referi, Agosto foi recheado de momentos inesperados e surpreendentes. Fica registado como o mês dos convites de última hora e vindos do nada, das ideias tiradas no momento e que correram muito bem. Em Agosto, fiz muita praia com a Bia e apanhámos dias de fazer o pára-vento descansar e de ficar no areal até à hora de jantar. Foi o mês de comer fora - acho que nunca tinha comido tantas vezes fora num só mês -, entre esplanadas recheadas de sol enquanto conversava despreocupadamente com a mãe ou até regressar ao Picnic. 
Aceitei convites de última hora para ir ao cinema, num para rir até as lágrimas caírem dos olhos, noutro para me esconder de horror atrás do pacote das pipocas. Mas não fui apenas ver filmes ao cinema e também fica registado a tarde maravilhosa que fizemos a ver filmes absurdos e horríveis enquanto comíamos McDonald's sem sentimentos de culpa.

Em Agosto, comi pizza ao ar livre enquanto apreciava uma vista fantástica e estive reclinada no carro a ver estrelas no céu, em boa companhia. Apreciei também a chuva de estrelas cadentes com a Belka. Fiz dois dias completos de praia e vi o mar hipnotizante e encantador da Praia dos Coxos.

Recebi um convite (inesperado, lá está) de uma leitora para lanchar com ela, a Catarina, e senti aquele nervosismo "será que ela se vai desiludir quando me conhecer cara a cara?". Mas foi extraordinário, ficámos horas a conversar e derreti de vergonha com todos os elogios que recebi (durante e depois do nosso encontro). Fico mesmo muito feliz por saber que o Bobby Pins me reflecte tão bem ao ponto de não fazer a mínima diferença entre lerem-me e estarem comigo numa esplanada.

Provei Dim Sum e conversei muito sobre viagens. Passeei por Santa Cruz de dia, quando me deixei render ao nevoeiro que me impedia de fazer praia, e de noite, entre partidas de dardos e tostas de frango de madrugada em amena cavaqueira. 

Este foi um mês de muitas primeiras vezes para o João. Estreou-se na Pizza Hut, a comer travesseiros - que jurava que não gostava até eu dizer "simplesmente cala-te e prova". Comeu dois e ainda suplicou por um terceiro - e visitou, pela primeira vez, a Quinta da Regaleira, onde fizemos questão de explorar todas as grutas e caminhos secretos. Terminou o dia de barriga cheia, com um joelho esfolado - porque subir caminhos secretos exige muito radicalismo - e os olhos a brilhar da visita, com a questão "quando podemos voltar à Quinta?". Para mim, também foi um dia em cheio, por poder regressar ao meu lugar preferido de Sintra, aquele que me deixa sempre feliz e entusiasmada por ali estar. Começo a conhecer os recantos e caminhos com a palma da mão e não imaginam o quão contente eu fico por me aperceber disso!

Em Agosto, fizemos muito karaoke no carro e decidimos cumprir um desejo que há muito estava trancado em mim: levar a Belka à praia. É um momento que quero muito partilhar convosco com o merecido tempo de antena numa publicação porque foi um dos acontecimentos mais felizes da minha vida e gostava de o dividir com os meus leitores.

E, no último dia de Agosto, vi o amanhecer em Santa Cruz enquanto vivi um dos momentos mais intensos deste ano.



Obrigada à minha família, por me proporcionar sempre momentos tão bons. Obrigada por todos os miminhos pensados para mim, por todas vezes que os vossos gestos aqueceram o meu coração e me fizeram sentir protegida e amada. 

Obrigada, Ana, Bia, Diogo e Joana, por terem marcado de uma forma tão positiva e aconchegante o meu mês de Agosto. Obrigada pelas idas à praia, pelas cantorias, por dividirem pipocas comigo no cinema, pelas conversas até às tantas no café, pelas chamadas que fazem a diferença na hora de desabafar e organizar as ideias, pelas gargalhadas que arrancam de mim, por me fazerem sempre sentir tão especial e acarinhada. Obrigada por se lembrarem tantas vezes e tão bem de mim e por me guardarem de uma forma tão boa no vosso coração. 

Obrigada, Belka. Por me fazeres sentir tão feliz, tão útil, tão necessária. Acompanhar o teu crescimento está a ser uma das melhores coisas de 2017 e o meu amor por ti continua a insuflar de uma forma extraordinária. És a minha companheira e a minha parceira de aventuras. A minha gratidão é de coração aberto.

Obrigada, Catarina! Pelo convite, pelas tuas palavras tão bonitas e genuínas, por teres sido uma companhia tão boa e por me teres deixado tão à vontade para te conhecer e me dar a conhecer. Se todos os meus leitores forem como tu, posso afirmar com todas as certezas de que a minha comunidade de leitores é a melhor do mundo!

11 comentários:

  1. Santa Cruz é o sítio das minhas férias, adoro!
    Ainda não conheço O belga, tenho de experimentar :)

    ResponderEliminar
  2. Queria imenso encontrar esse caderno pois também sou Ravenclaw, espero encontrá-lo! Adorei as canecas também, são as duas lindíssimas! :)

    https://batomebotasdatropa.blogspot.pt/

    ResponderEliminar
  3. Gryffindor até ao fim! Não conhecia esses cadernos mas se os encontrar na Primark trago um de cada!
    O Chip é lindo de morrer e tornou-se a minha chávena favorita. É curioso mas idealizei essa chávena em pequena, quando via A Bela e o Monstro. Pensei que faziam tantas chávenas e canecas e era tão óbvio que faltava uma que retratasse fielmente o Chip. Agora a minha vida está completa ;)

    ResponderEliminar
  4. Fiquei igualmente apaixonada pela colecção Harry Potter da Primark e corri para conseguir algumas coisas. Encontrei apenas as meias mais giras de sempre e um conjunto de lápis.
    Que os próximos meses sejam tão ou mais positivos, Inês!

    ResponderEliminar
  5. Adorei as canecas e acho que vou à Parfois buscar um colar como teu! que lindoooo! A paixão que tens pela tua cadelinha é apaixonante!Já o és sempre mas sê-lo em Agosto só como tu sabes ser!

    ResponderEliminar
  6. Tantas coisinhas lindas, Inês! Que Setembro seja de igual forma recheado de coisinhas boas. 😊
    Beijinhos.

    http://nephehsing.blogspot.pt ✨

    ResponderEliminar
  7. Mais uns favoritos cheios de amor e coisas lindas :). Nunca me vou cansar de ler os teus favoritos, Inês <3.
    Parece que tiveste um excelente mês de agosto. É engraçado, eu defino o meu mês de agosto exatamente como tu: um mês marcado por inúmeras surpresas e momentos inesperados. Para mim, também foi um mês de improvisar, de convites que apareceram do nada, e de ideias que acabaram por correr bem.
    Também fico frustrada com a Primark por causa disso. Ainda não encontrei nada para os Hufflepuffs.
    A caneca Chip é tão amorosa :). E a lightbox também :).
    Um bom mês de setembro para ti :).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  8. De cada vez que leio os teus textos, Inês, tenha a certeza de que és uma "alma antiga", no bom sentido, claro! É sempre tão bom passar por cá :)

    ResponderEliminar
  9. Onde compraste o tripé? Sem dúvida que dá imenso jeito...
    Adoro a maneira como escreves os posts. Beijinhos
    http://you-look-amazing.blogspot.pt

    ResponderEliminar
  10. É tão bom caril! Quando morava em Londres era das coisas mais fáceis de encontrar, agora que estou no Texas, isso é uma raridade! Mas pelo menos há sol, calor e muitas coisas boas!

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)