domingo, 20 de outubro de 2019

LIVROS || 365 Days of Gratitude


Entre dias caóticos, momentos de stress e episódios menos bons, pode ser difícil chegar ao final do dia com a sensação de saldo positivo. Pequenos momentos de reflexão e de balanço diário podem ajudar-nos a clarificar as nossas ideias e fazer-nos ver que o nosso dia não foi (assim tão) mau e que teve muitos pontos positivos a destacar — mesmo quando pequenos.

O Five Year Journal — sim, ainda o faço! — tem sido uma aposta certeira para acompanhar o meu crescimento e o amadurecimento de alguns pensamentos, mas não está diretamente ligado à gratidão e, de há uns tempos para cá, estava a ponderar iniciar algum projeto que se focasse nisso. A Carolina leu os meus pensamentos.

Veio na forma de presente de aniversário e foi tudo o que precisava para ter a certeza de que tinha de levar adiante esta ideia. A premissa é simples e tentadora: registar todos os dias, durante um ano, os momentos positivos do dia pelos quais estou grata, sem espaço para negatividade.

Momentos pelos quais estou grata, coisas que me fizeram sorrir e três destaques que eu quero recordar mais tarde; são estes os três desafios diários que tenho de preencher. Iniciei-o, precisamente, no meu dia de aniversário — sinceramente, não imagino melhor altura para o ter começado, especialmente depois do aniversário incrível que tive. A encadernação é de sonho e o design minimalista convida as mentes mais criativas a personalizar o diário para que corresponda o mais possível à sua identidade, incentivando a que acrescentemos, a cada folha, desenhos, bilhetes, fotografias ou outras memórias físicas que complementam a nossa redação.

Ao contrário do Five Year Journal, que preencho religiosamente todas as noites, antes de me deitar, tenho optado por preencher este diário logo de manhã. O meu horário madrugador permite-me ter o sossego e o tempo necessário para refletir sobre o que de melhor aconteceu no meu dia e que vale a pena recordar. Preencho-o assim que acordo, acompanhada do meu chá e da ligeira claridade do começo de um novo dia. É um ritual que me está a agradar e que influencia o meu estado de espírito para o resto do dia. Sinto-me inspirada e motivada para criar momentos dignos de escrever no meu diário, por mais singelos que sejam. Tem sido, acima de tudo, um ritual terapêutico e transformador. 

Pela qualidade do diário e pela marca extraordinária, não podia recomendar mais este modelo mas, no fundo, o que quero destacar desta publicação é a ideia genial que, sinceramente, pode ser reproduzida das mais variadas formas e que está ao alcance de qualquer um: anotar, todos os dias, aquilo que de melhor aconteceu nesse dia e que vale a pena recordar. Ao fim de um ano, pode fazer a diferença. 

Obrigada pelo presente, Carolina. Uma boa amiga não só lê pensamentos — mesmo a centenas de km de distância! — como oferece exatamente aquilo que ela mais precisa.

6 comentários:

  1. Assim que vi a fotografia do livro achei uma ótima ideia e fiquei com uma vontade enorme de começar algo do género, porque acho que cada vez mais precisamos de dar valor aos pormenores bons do dia a dia e pôr de lado a negatividade *-*

    ResponderEliminar
  2. Ah! Eu amo a ideia de um diário/journal de gratidão! Há alguns anos atrás eu tombei com um pela internet e amei a proposta. Refletir o dia e agradecer é uma das coisas que eu sempre tentei trazer como exercício na minha vida e acabei me acostumando tanto que hoje faço sem nem perceber. Meu coração enche de gratidão com as coisinhas mais simples da vida.

    Achei tão fofo que você recebeu como presente de aniversário de uma amiga, algo tão lindo de se ganhar de alguém querido...
    Espero que seus dias sempre venham a ter acontecimentos felizes para você preencher neste diário de gratidão ♡

    Twee

    ResponderEliminar
  3. Mas que presente maravilhoso e carregado de amor!! É tão bom podermos ter esse espaço especial para nos gratificarmos pelas mais pequenas coisas. Como dizes, ao fim de um ano, fará toda a diferença, para além de que diariamente, essas mudanças de paradigma tornam-se essenciais para o nosso amadurecido enquanto pessoas! Ficarei curiosamente a aguardar por mais notícias acerca destas tuas anotações!
    Beijinhos,

    LYNE, IMPERIUM BLOG

    ResponderEliminar
  4. Parece-me um exercício interessante. E é tão a tua cara. A Carol acertou em cheio!

    ResponderEliminar
  5. Que prenda tão certeira e tão tu! No meu bullet faço, por vezes, o gratitude log em que faço o mesmo que farás nesse caderno mas somente durante um mês e é incrível!

    ResponderEliminar
  6. Ideia maravilhosa. Faço isto, mas na forma de Exame de Consciência, oração que consiste em 5 passos: um dos quais passa por agradecer o nosso dia, as nossas pessoas, as coisas boas e até as menos boas. Mas rever tudo o que gostávamos de agradecer e notá-lo!

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)