quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

PASSAPORTE || Neve!


Quando tinha 5 anos, os meus pais e um grupo de amigos levaram-me à Serra da Estrela. A época não era de neve, mas já se conseguia apanhar algumas zonas geladas onde as pessoas aproveitavam, a todo o custo, para brincar e fazer um pouco de sku.

O objectivo não era levarem-me à neve, portanto, além de não termos nada preparado para aquela surpresa, tudo foi improvisado. Mas ninguém era capaz de negar a uma criança, que estava a ver neve pela primeira vez, a possibilidade de brincar durante um tempinho.
A neve estava suja, não estava com roupa para neve e o melhor que conseguiram arranjar para eu experimentar sku foi um pedaço de plástico que deslizava no monte, mas foi um dia tão marcante e feliz na minha vida, que tenho flashes bem vividos desses momentos. Tiveram de me trocar de roupa e arrancar dali, mas o sorriso, esse, eles não roubaram. E desde então, nunca mais tinha visto neve. Sequer um manto branco.

A razão desta viagem foi precisamente esta: eu nunca mais tinha visto neve. Portanto, tive direito a tudo o que alguém que sonha em reviver o momento podia desejar; desta vez, fui equipada a rigor, emprestaram-me umas calças para neve, vesti-me com trezentas camadas de roupa, a minha companhia comprou-me uma plataforma redonda de plástico para eu fazer sku de verdade — mesmo depois de ter insistido que não era necessário — e fomos até à Torre (sobre ela, dedico-lhe uma outra publicação, combinado?).

O momento? Emocionante. Tudo parecia ser tão surreal que, à medida que caminhava, exclamava para a minha companhia "Eu estou a pisar neve!!!". Desta vez, tive direito a um autêntico cenário de inverno; um manto branco cobria todo o ponto alto da Serra e os lagos estavam congelados. A neve era tão branca que chegava a cegar, reflectida pelo Sol. E pude estar ali o tempo que quisesse.

Fiz sku, batalha de bolas de neve, anjos de neve e bonecos de neve. E a felicidade estampada no meu rosto assemelhava-se à que tinha há dezoito anos, naquele encontro inesperado. Costumo dizer inúmeras vezes que preciso de muito pouco para ser feliz e eléctrica e, de facto, não minto. Certo, talvez neve seja uma chatice quando não a encontramos com o intuito de brincar com ela, quando as cidades ficam soterradas, as estradas cortadas e as roupas de trabalho encharcadas. Certo, quem vive num lugar com neve garantida todos os anos, talvez não encontre a magia da rotina que já lhe tirou todo o encanto. Mas é para isso que servem turistas como eu. Para se recordarem de que certas coisas que temos como garantidas e obsoletas são o absoluto privilégio e tesouro para outros. E o meu reencontro com a neve foi melhor do que tudo o que imaginei. 

9 comentários:

  1. Quando fui a primeira vez à neve já deveria ter uns quinze ou dezasseis anos e amei! Voltei lá alguns anos mais tarde - desta vez de forma imprevista e sem qualquer preparação - e continuei a amar mas os meus dedos ficaram tão roxos, mas tão roxos, que julguei que ia ficar sem eles. Fora isso, é um lugar mágico.

    ResponderEliminar
  2. A última vez que fui à Serra da Estrela foi quando era muito novinha e a última vez que vi neve foi no 6°ano ( quando nevou aqui em Braga sem contarmos, foi verdadeiramemte mágico, os profs ate nos dispensaram das aulas para aproveitarmos).
    Beijinhos,
    Cherry
    Blog: Life of Cherry

    ResponderEliminar
  3. E que maravilha que é voltar a ser miúda e brincar com o que a Natureza nos dá! Tive uma experiência semelhante o ano passado - e eu até vou lá de vez em quando, mas cada visita é um encanto! E agora que falas nisso, nunca cheguei a pegar nas fotografias desse dia tão bom...ainda bem que me lembras :)

    Jiji

    ResponderEliminar
  4. A primeira vez que vi neve foi quando vim para o Canadá e acho que a minha reação foi exatamente como a tua. 4 anos depois ainda fico maravilhada quando chega o inverno e cai o primeiro floco de neve. O ano passado tivemos neve na noite e dia de Natal e foi um sonho! Mas lidar com a neve todos os dias é muito complicado. Principalmente quando ela começa a descongelar, as estradas e passeios ficam uma sujeira. Mas pronto, não se pode ter tudo :)

    ResponderEliminar
  5. Onde eu moro também não neva muito, pelo que vejo neve pouquíssimas vezes. No ano passado nevou na minha cidade académica, foi um dia épico. Já não nevava há anos na cidade, pelo que foi incrível ver tudo coberto de branco, ainda por cima foi no fim de março com as primeiras flores da primavera a quererem aparecer. Uma conjugação bastante inesperada, mas bonita :)

    ResponderEliminar
  6. É óbvio, Nês, que para pessoas tão simples e modestas como tu, a neve tem este impacto. Como dizes, não deve ser de todo agradável para quem vive diariamente com ela. Porém, compreende-se perfeitamente que falas de neve para turistas e, acredita, conheço esta sensação de voltar a pisar neve depois de tanto tempo, é maravilhosa!!!! Fico mesmo feliz que tenhas conseguido aproveitar tão bem desta visita.
    Acho mesmo fofa a forma como tiveste o primeiro contacto tão improvisado com a neve e como, 18 anos depois, o tornaste especial de uma forma totalmente nova.

    ResponderEliminar
  7. Eu vivo perto da Serra e infelizmente a minha cidade é das poucas nas quais não neva por muito frio que se faça sentir :(
    Eu adoro neve, e adoro a Serra da Estrela!

    Blogue Meraki
    Redes sociais: Facebook || Instagram

    ResponderEliminar
  8. Costumaca ir muito à neve no Pico do Areeiro, na Madeira, na minha infância. Há já uns bons 15 anos que não vejo neve de perto, mas já fico feliz quando vejo as montanhas, ao longe, pintadas de branco. Adorei as fotos do teu Instagram!
    Por onde anda a Sofia?-Instagram

    ResponderEliminar
  9. Quando era mais nova fui algumas vezes à Serra da Estrela mas honestamente não me lembro muito nitidamente, e, talvez por isso, queira agora voltar a visitar um local com neve, deve ser de facto mágico!!

    ResponderEliminar

Quaisquer comentários que visem a ofender e/ou afectar a minha integridade, dos meus leitores, comentadores, bloggers ou entidades que refiro nas minhas publicações não serão aceites.

Quaisquer questões colocadas serão respondidas na própria caixa de comentários!

Muito obrigada por estares aqui :)