Na passagem de ano aconteceu-me estar a conversar sobre o meu curso, sobre uma parte dele mais dirigida para a profissão. O rapaz fez-me uma pergunta e eu desbobinei-me toda, até que ele me interrompe e diz "Tens mesmo amor ao que fazes, metes alma e coração nisso. Estás a falar sobre isso com uma paixão e uma excitação!" e eu imediatamente calei-me e fiquei envergonhada e pedi-lhe desculpa por o estar a maçar.

Ele disse que não o estava a maçar, que era só uma observação e que era "muito bom termos paixão nas coisas que falamos" mas eu já não sinto isso. Depois de tudo o que aconteceu, penso que todas as pessoas olham para as coisas que gosto e/ou digo da mesma forma: com aborrecimento ou "Aquela miúda não se cala? Ou sossega com o que está a falar?". Sinto-me um pouco massadora e, por isso mesmo, tenho-me remetido ao silêncio até recuperar a minha confiança.

E o blogue tem-me ajudado imenso a conseguir continuar a partilhar as coisas que me apaixonam já que ninguém é obrigado a ler o que escrevo. Já ouvir... é diferente. 

8 comentários

  1. Acho óptimo que sintas isso em relação ao teu blog, que podes partilhar o que te passa pela cabeça. (:

    ResponderEliminar
  2. O mesmo se passa por aqui. Tenho sempre medo de ser chata e descarrego tudo, ou quase tudo no blogue :)

    ResponderEliminar
  3. É normal teres "medo" de chatear as outras pessoas, eu também sou assim mas, no final, o importante é que consigas exteriorizar isso de vez em quando (seja no blog ou com amigos próximos) e que mantenhas essa paixão e essa essência :)

    ResponderEliminar
  4. Eu sou como tu: remeto-me ao silêncio com medo de maçar aqueles que estão à minha volta e de, assim, os afastar. Mas a verdade é que as pessoas que verdadeiramente nos amam e que merecem destaque na nossa vida, nunca se maçarão com o que nos apaixona. Por isso perde esse medo e continua a ser aquilo que és: uma pessoa cheia de vida e apaixonada por tudo. Porque isso és tu, e isso é bom :)

    ResponderEliminar
  5. Também sou assim. Mas o blogue pode ser para isso mesmo, para partilharmos o que não queremos ou podemos com outras pessoas ;)

    ResponderEliminar
  6. Parecia-me que estava a ler um pensamento meu... embora a minha «paixão» seja bastante diferente da tua, eheh!
    Acho que foi exactamente por estas razões que criei o blogue... e também por ficar muuuuito nervosa quando sei que alguém está a ler algo que penso e escrevo! Assim, consigo partilhar palavras, ideias, sentimentos sem saber exactamente quando é que quem lê o quê... acho que a sensação de deixar as palavras soltas neste mundo é libertadora!
    Pode parecer estranho, mas saber que algo meu fica cá de alguma forma, perdido ou não, para que outros o (re)encontrem é, de certa forma, misterioso e, ao mesmo tempo, interessante!!!

    ResponderEliminar
  7. Eu compreendo-te porque eu também tenho uma paixão enorme pela minha área e quando me fazem perguntas sobre ela eu não me calo. E, para eu não ser chata, faço como tu. Falo menos mas depois, vou para o blogue, dizer o que me apetece :)

    ResponderEliminar

Partilha comigo o teu comentário ou opinião sobre este artigo. Sempre que possível, respondo às perguntas diretamente no comentário. Obrigada por estares aqui :)

Desde 2014

Instagram


P.S: HÁ SEMPRE BOAS NOTÍCIAS AO VIRAR DA ESQUINA
_______________________
Bobby Pins. Theme by STS.